ULTIMAS NOTÍCIAS
Presidente da Câmara de Mari, detona gestão de Vera Pontes, elogia a de AG, exalta a de MM e não descarta candidatura a Prefeito em 2016
quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015 Posted by Silvano Silva ✔


Vereador-Edvaldo-Martins-Mari-PBO Presidente da Câmara Municipal de Mari, Zona da Mata Paraibana, Edvaldo Martins, concedeu entrevista a Rádio Rural de Guarabira, ao Programa Giro de Notícias apresentado pelos radialistas Fabiano Lima e Jota Alves e na oportunidade falou sobre a abertura do período legislativo que aconteceu nesta quarta-feira (25), mas também tratou de vários outros assuntos.
Ao falar de sua chegada a Mari, através do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem terra e de sua ascensão política, Edvaldo não poupou críticas a gestão da ex-Prefeita Vera Lúcia Pontes no período de 1997 a 2000. “A política de Mari viveu dois momentos que foi um divisor de água e a administração da então Prefeita Vera Pontes foi um desastre, talvez a gente viveu dez anos de atraso em quatro”, alfinetou o parlamentar.
Sem dá trégua, Edvaldo foi mais além, voltando a alfinetar a gestão da ex-prefeita. “Você imagina o que é um servidor passar sete meses sem receber seus salários e ter que tá, bem dizer, pedindo esmola para poder se alimentar, disse.
O Presidente da Câmara de Mari, após as fortes alfinetadas na gestão de Vera Pontes passou a fazer elogios ao Prefeito Marcos Martins, afirmando que a sua chegada prefeitura em 2001 foi um novo momento para cidade.
Ao falar da gestão de Antonio Gomes, Edvaldo surpreendeu a todos quando pela primeira vez após quase quatro anos de desligamento político do grupo do ex-prefeito reconheceu os feitos de sua gestão. “O prefeito então da época Antonio Gomes teve seus méritos, seus acertos”, disse para em seguida voltar a atacar a gestão da ex-prefeita Vera ao comparar os governos dos três últimos prefeitos marienses: “a gestão de Antonio Gomes não foi uma administração desastrosa como tinha sido a de Vera Pontes”, asseverou.
Em dado momento da entrevista o vereador passou a assumir a defesa do Prefeito de Mari Marcos Martins e de sua gestão, se comportando como se fosse o próprio gestor.
Perguntado se ele acreditaria na saída do prefeito do cargo devido as suas pendências judiciais, ele disse que não, que tem convicção que ele terminará o mandato, mas que há possibilidade dele – o prefeito – não concorrer a reeleição.
Sem esconder seu entusiasmo, pela primeira vez ventilou publicamente a possibilidade de ser o candidato a prefeito do grupo Martins em 2016, caso a justiça impeça o atual edil a disputar a reeleição, mas disse preferir tratar do assunto apenas no ano que vem.
Da Redação
Do ExpressoPB

Silvano Silva ✔

Obrigado pela visita!

Nenhum comentário:

Comente esta notícia!