ULTIMAS NOTÍCIAS
Botafogo-PB se impõe, vence o Palmeiras, mas é eliminado da Copa do Brasil
sexta-feira, 23 de setembro de 2016 Posted by Silvano Silva ✔


Foto: Vitor Oliveira
A participação do Botafogo-PB na Copa do Brasil de 2016 terminou de forma histórica, assim como foi toda campanha. Pela primeira vez nas oitavas de final da competição, o Belo venceu o Palmeiras, líder da Série A do Brasileiro, por 1 a 0, mas por ter perdido a partida de ida, em São Paulo, por 3 a 0, acabou sendo eliminado. O gol do jogo foi marcado por Marcinho.
Melhor em campo durante pelo menos dois terços do jogo, o time pessoense conseguiu impor seu futebol, e em algum momento mostrou-se satisfeito em ser eliminado sem vencer. Buscou a vitória o tempo inteiro, e foi premiado com o gol aos 30 minutos da segunda etapa.
O treinador Itamar Schulle montou um esquema tático que neutralizou os pontos fortes da equipe palmeirense, que pouco criou durante os 90 minutos, e que veio para jogar com o regulamento embaixo do braço. Com Gustavo solto na lateral direita, Djavan fazendo a cobertura no setor, David Luís mais preso na esquerda, com Sapé como um carrapato no pé de Cleiton Xavier, o Palmeiras não conseguia jogar, enquanto Pedro Castro comandava o meio campo de jogo, com Marcinho e Carlin
A primeira boa chance do jogo veio com o Botafogo-PB. Aos 9 minutos Carlinhos puxou contra ataque em velocidade pela esquerda, avançou e virou para Warley na direita. O atacante invadiu a área e bateu cruzado, mas a bola saiu pela linha de fundo. Um minuto depois Pedro Castro achou Warley na entrada da área, ele abriu para Gustavo na direita. O lateral encheu o pé e mandou um chutaço na direção do gol, mas o goleiro Vagner espalmou a bola pela linha de fundo.
Aos 15 minutos nova chance botafoguense, desta vez de bola parada. Sapé cobrou falta da intermediária com muita violência. A bola foi no cantinho esquerdo rasteiro do goleiro Vagner, que foi buscar com a ponta dos dedos, espalmando a bola e evitando que o placar fosse aberto.
O Palmeiras apareceu no ataque aos 21 minutos. Zé Roberto avançou pelas costas da defesa e encontrou Lucas Barrios dentro da área. O atacante recebeu de costas, girou e bateu de perna esquerda sem muita força, e a bola passou ao lado esquerdo da meta botafoguense.
A resposta do time da Maravilha do Contorno não demorou. Marcinho recebeu de Gustavo na intermediária, chapelou o marcador e chutou de perna esquerda. A bola subiu muito e caiu de repente, assustando o arqueiro palmeirense, que teve que tocar na bola e mandar para escanteio.
O primeiro tempo se encerrou com o Botafogo-PB indo para cima do Palmeiras. Com mais posse de bola, a equipe paraibana controlava o jogo e rondava a área alviverde o tempo todo.
Segundo tempo
Com um ritmo um pouco mais lento na segunda etapa, Botafogo-PB e Palmeiras fizeram um jogo mais equilibrado após o intervalo. O time paulista, melhor preparado fisicamente, conseguiu equilibrar as ações, mas não criava perigo para Michel Alves.
Percebendo a situação, o Botafogo-PB mudou de formação, já que Itamar Schulle puxou David Luís para formar um esquema de três zagueiros junto com Plínio e Marcelo Xavier, deixando o meio campo mais povoado, e dando liberdade para Gustavo e Carlinhos pelas pontas. Desta forma, o time voltou a controlar mais a partida e rondar mais a área adversária.
E o Belo foi recompensado pela boa partida aos 30 minutos. Gustavo cruzou da direita, a bola foi no segundo pau e encontrou Carlinhos, que chutou de primeira. A bola desviou em Marcinho, enganou o goleiro Vagner e morreu no fundo do gol, para explosão da torcida botafoguense no Almeidão.
O segundo gol quase saiu aos 36, quando Marcinho fez boa jogada pela esquerda e encontrou Henik na intermediária. O volante chutou de primeira, mas a bola foi por cima do gol.
Já no fim do jogo, aos 44, chance clara do Belo ampliar o placar. Carlinhos apareceu na esquerda e cruzou para o meio da área. Plínio apareceu livre por trás da defesa e, na pequena área, errou o chute, não conseguiu acertar a bola, e desperdiçou grande oportunidade de colocar mais fogo na partida.
A derrota por 3 a 1 no placar agregado encerra a melhor campanha do Botafogo-PB na Copa do Brasil em sua história. O time chegou até as oitavas de final pela primeira vez, somando quatro vitórias, três empates e apenas uma derrota. O foco agora é a Série C, onde o time enfrentará o Boa Esporte-MG pelas quartas de final, e em caso de classificação, garante vaga na segunda divisão do Campeonato Brasileiro.
Ficha técnica
Botafogo-PB 1 x 0 Palmeiras (agregado 1 x 3)
Copa do Brasil 2016 (segundo jogo das 8as de final)
Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Árbitragem: Jailson Macedo de Freitas; Elicarlos Franco de Oliveira, Jucimar dos Santos Dias
Gol: Marcinho (B)
Cartões amarelos: Sapé (B); Cleiton Xavier, Vitinho, Matheus Sales (P)

Botafogo-PB: Michel Alves, Gustavo (Saldanha), Plínio, Marcelo Xavier, David Luís; Djavan, Sapé (Henik), Pedro Castro, Marcinho; Carlinhos, Warley (Danielzinho). Técnico: Itamar Schulle.
Palmeiras: Vagner, Fabiano, Thiago Martins, Edu Dracena, Zé Roberto; Gabriel (Matheus Sales), Arouca, Cleiton Xavier (Vitinho); Allione, Rafael Marques, Lucas Barrios (Alecsandro). Técnico: Cuca.

Voz da Torcida 

Silvano Silva ✔

Obrigado pela visita!

Nenhum comentário:

Comente esta notícia!