ULTIMAS NOTÍCIAS
Professores participantes do Programa Gira Mundo destacam experiência como realização de um sonho
domingo, 4 de dezembro de 2016 Posted by Silvano Silva ✔

“Realizei um sonho, o sonho de todo educador!”. Com esta frase, o professor de Química Gilmar Feliciano dos Santos, de 26 anos, que leciona na Escola Estadual José Paulo de França, da cidade de Mari, resumiu sua estada na Finlândia, por meio do Programa Gira Mundo, ao retornar à Paraíba nesta sexta-feira (2), após oito semanas de imersão no sistema educacional finlandês.
“Lá pude vivenciar uma educação de qualidade e voltei como agente da mudança. Acho que todos os 20 professores voltam com esse sentimento, para desempenhar esse papel que nos foi confiado pelo governador Ricardo Coutinho e modificar o padrão de aula que temos no nosso Ensino Médio”, explicou Gilmar Santos.
O professor destacou os pontos mais importantes na experiência vivenciada num sistema de educação considerado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como referência para o mundo. “A atuação efetiva de projetos no Ensino Médio chamou muito a minha atenção. Lá os projetos são elaborados a partir de parceria com os alunos, com o protagonismo do aluno bem evidente. O aprendizado se inicia a partir de projetos, baseados em problemas reais e os alunos vão em busca de soluções junto com os professores”, destacou Gilmar Santos.
Também retornaram nesta sexta as professoras Jéssica Kelly Sousa Ferreira, de 27 anos, professora de Língua Inglesa da Escola Estadual Otávio Silveira, localizada na cidade de Mogeiro, e Rafaela Alves Melo, de 31 anos, professora de Biologia da Escola Estadual Luiz Azevêdo Soares, da cidade de Santa Rita.
“Esta foi uma experiência incrível, pois fomos levados a vivenciar na teoria e na prática um sistema educacional que é reconhecido mundialmente pela qualidade, e aprendemos novas metodologias para adequar o que absorvemos lá à nossa realidade. Por meio de visitas às escolas de lá, trabalhamos os conceitos de aprendizado baseado em projetos, na realidade do aluno, ou seja, aprendemos a não focar apenas nos conteúdos, como já fazemos, mas começar essa abordagem de forma diferenciada e engajar nosso aluno de forma ativa, colaborativa. Deixamos de ser impositores para ser mediadores, ou seja, ajudamos o aluno a descobrir e construir o seu conhecimento”, contou a professora Jéssica Ferreira.
A professora Rafaela Melo contou como a experiência vivida na Finlândia foi uma renovação pessoal e profissional e destacou os diferenciais do sistema educacional finlandês, que o coloca no topo do ranking mundial da educação. “O ensino baseado em projetos torna o ensino mais interativo, pois envolve a realidade do aluno no processo de ensino-aprendizagem”, contou.
Após retornarem, os professores aplicarão um projeto de desenvolvimento, colocando em prática os conhecimentos, habilidades e competências adquiridas na Finlândia, na Häme University of Applied Sciences (HAMK), universidade de ciências aplicadas especializada em educação profissional e em cursos moldados para necessidades de grupos de professores.
Projetos – Gilmar Santos explicou o projeto que irá desenvolver em sua escola, na cidade de Mari. “Meu projeto é baseado no ensino híbrido, onde a aluno vai ter à sua disposição uma plataforma virtual com inúmeros conteúdos, pois é um projeto interdisciplinar, que acredito que os professores da minha escola vão abraçar para oferecermos uma educação de qualidade aos nossos alunos aqui na Paraíba”, contou.
De acordo com a professora Jéssica Ferreira, seu projeto está relacionado à formação de professores para o uso da tecnologia na sala de aula. “Proponho que os nossos alunos atuem como monitores de seus professores, serão os próprios alunos que formarão os professores para utilizar a tecnologia, pois esta é uma problemática que precisa ser solucionada”, explicou Jéssica Ferreira.
A professora Rafaela Melo abordará a questão do meio ambiente no seu projeto. “Vamos trabalhar a percepção que o aluno tem sobre o meio ambiente, incluindo tanto a cidade, como o bairro e a escola para que eles percebam com o que poderão contribuir para melhorar o meio ambiente ao seu redor”, finalizou a professora.
Gira Mundo – O programa Gira Mundo é uma iniciativa dos governos da Paraíba e da Finlândia, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação (SEE) e Fundação de Apoio à Pesquisa (Fapesq). Nesta edição foram enviados 20 professores para a Finlândia, país que, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), é referência em educação para o mundo.
Na Finlândia, os professores aprenderam sobre o sistema educacional finlandês, tiveram aulas todos os dias, das 9h às 15h, com dinâmicas em grupo, apresentação de seminários sobre temas educacionais específicos, elaboração de trabalhos colaborativos e visitas técnicas às escolas finlandesas em Hämeenlinna. O grupo também conheceu as organizações ligadas à educação profissional como ProAkademia e Demola, na cidade vizinha de Tampere. Os professores puderam ainda vivenciar experiências culturais enquanto se adaptavam às condições climáticas locais, importantes para a compreensão das tradições.
Foram investidos mais de R$ 4 milhões, tanto na edição canadense do Gira Mundo, voltada para estudantes e lançada no início deste ano, quanto na edição finlandesa, voltada para professores. Gastos com alimentação, hospedagem, passagem, entre outros, foram custeados pelo Governo do Estado. Além disso, os professores receberam uma bolsa mensal.
SECOM

Silvano Silva ✔

Obrigado pela visita!

Nenhum comentário:

Comente esta notícia!