ULTIMAS NOTÍCIAS
By Silvano Silva ✔ | sábado, 26 de julho de 2014 | Posted in | With 0 comments

Carga de impostos subiu mesmo com lucros maiores do que no ano passado

 O baixo crescimento da arrecadação federal no primeiro semestre, de apenas 0,28% acima da inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), não se deve ao desempenho de todos os setores da economia. De acordo com a Receita Federal, a queda na arrecadação está sendo puxada pelas grandes empresas, principalmente do setor financeiro. Ainda com lucros maiores em relação ao ano passado, as pequenas e médias empresas continuam a pagar mais impostos em 2014.

Segundo o Fisco, o pagamento do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) das empresas que declaram pelo lucro presumido – modalidade que abrange as menores companhias – cresceu 6,38% acima da inflação no primeiro semestre, de R$ 22,32 bilhões nos seis primeiros meses de 2013 para R$ 23,74 bilhões em 2014. O pagamento com base na estimativa mensal de lucro, que abrange as maiores empresas, caiu 14,29%, também descontado o IPCA, de R$ 55,49 bilhões para R$ 47,56 bilhões na mesma comparação.

A queda do pagamento de tributos pelas grandes empresas foi puxada pelas entidades financeiras, cuja estimativa mensal de IRPJ e CSLL caiu 32,77% neste ano descontada a inflação, de R$ 22,14 bilhões para R$ 14,88 bilhões. Contribuiu para a diferença o pagamento de R$ 3 bilhões de Imposto de Renda decorrente da oferta inicial de ações na bolsa de valores da BB Seguridade, unidade de seguros do Banco do Brasil. O desembolso, que inflou a arrecadação federal em maio do ano passado, não se repetiu em 2014.

Como as grandes empresas são as principais pagadoras de tributos no País, esses fatores frearam o crescimento da arrecadação em 2014. De acordo com o Fisco, o Imposto de Renda Pessoa Jurídica e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido são os tributos cuja receita mais caiu em 2014: R$ 4,49 bilhões em valores corrigidos pela inflação acumulada.

Em relação às pequenas e médias empresas, parte do desempenho favorável está relacionado à manutenção do consumo, apesar da desaceleração da economia. De dezembro de 2013 a maio de 2014, as vendas cresceram 1,71% em relação ao mesmo período anterior (dezembro de 2012 a maio de 2013), de acordo com a Pesquisa Mensal de Comércio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O fenômeno beneficia principalmente o comércio, ramo que abriga a maior parte das empresas de pequeno e médio porte.

Tradicionalmente, o crescimento das vendas seria refletido em maior arrecadação de outros tributos, como o Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). No entanto, em 2014, os dois tributos acumulam queda real de 2,54% – R$ 3,2 bilhões em valores corrigidos pelo IPCA.

A queda na arrecadação desses dois tributos, no entanto, não se deve ao comportamento do comércio, mas às mudanças no PIS/Cofins das mercadorias importadas, que tiveram o Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) retirado da base de cálculo por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) no ano passado.

Terra
By Silvano Silva ✔ | | Posted in , | With 0 comments

Relatório da Agência Executiva de Gestão das Águas aponta que 54 dos 123 reservatórios do Estado estão em situação de risco.
  

Leonardo Silva
Enquanto a maioria dos açudes está em situação crítica, apenas quatro dos monitorados pela Aesa estão sagrando
A situação hídrica na Paraíba continua preocupante. De acordo com o boletim de registro do monitoramento dos açudes feito pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), dos 123 reservatórios averiguados, 54 estão em situação de risco, ou seja, 43% dos açudes estão no máximo com 20% de sua capacidade preenchida, o que tem mantido o nível de alerta em algumas cidades no que diz respeito ao racionamento de água.
Desses 54 reservatórios que estão com pouco volume, 20 praticamente não oferecem mais qualquer tipo de fornecimento, já que a água acumulada é inferior a 5% da capacidade. Nos municípios de Taperoá e São José do Sabugi, o índice chegou a 0% de reserva.
De acordo com o setor de monitoramento da Aesa, a região mais atingida ao longo desse ano pelo grande número de cidades que sofreram sem os açudes acumularem água foi o Cariri e o Curimataú paraibanos, onde choveu apenas dentro da média esperada, que era de até 300 mm.
Prova disso foi a decisão de iniciar o racionamento de água em Cuité e Nova Floresta, no Curimataú, que estão fazendo rodízio de abastecimento, ficando 24 horas com água e 24 horas sem.
Já nas cidades de Esperança e Remígio, além dos distritos de Lagoa do Mato, São Miguel e Cepilho, são três dias consecutivos com água nas torneiras por semana e quatro dias sem, de acordo com dados fornecidos pela Companhia de Águas e Esgotos da Paraíba (Cagepa).
Enquanto a maioria dos açudes está em situação crítica, apenas quatro dos monitorados pela Aesa estão sagrando.
Números coletados na segunda quinzena desse mês de agosto apontaram que Araçagi, com mais de 63 milhões de metros cúbicos, Gramame/Mamuaba, no município do Conde, com mais de 56 milhões, Jangada, localizada na cidade de Mamanguape, com 470 mil metros cúbicos, e Olho D'água com 868 mil metros cúbicos, no município de Mari, estão sagrando.
Já o maior reservatório do Estado, Epitácio Pessoa, que fica na cidade de Boqueirão, está com apenas 30% de sua capacidade, dos mais de 411 milhões de metros cúbicos de água, ele está comportando 124 milhões.



 Por Givaldo Cavalcanti/JPB

By Silvano Silva ✔ | | Posted in , | With 0 comments

Projeto da Associação Raízes da Cultura já instalou duas bibliotecas comunitárias em outros bairros de Campina Grande.

 

Leonardo Silva
Biblioteca tem sido uma fonte de inspiração para crianças e adultos, diz Aziel Lima, um dos idealizadores
Portas abertas para o mundo da imaginação e das descobertas. Os livros são as ferramentas que levam ao conhecimento e pensando nisso um grupo de voluntários que já teve experiências positivas com duas bibliotecas comunitárias já está montando uma terceira, desta vez no bairro do Mutirão, em Campina Grande, um dos mais carentes da cidade. A intenção é que o projeto já comece a funcionar a partir do próximo mês, com mais de dois mil livros à disposição de toda a comunidade e de quem mais quiser visitar o local.
A biblioteca é mais uma iniciativa da Associação Raízes da Cultura (Assarac), formada por cidadãos preocupados em preservar a cultura e oferecer possibilidades através dos livros, desde um momento de lazer até o reforço no aprendizado escolar. Inicialmente o projeto foi implantado no bairro das Malvinas, onde funciona há três anos e hoje com um acervo de dez mil livros didáticos e paradidáticos. “Nós recebemos livros de toda a comunidade. As pessoas receberam o projeto de braços abertos e a biblioteca tem sido uma fonte de inspiração para crianças e adultos”, disse um dos idealizadores do projeto, Aziel Lima.
As bibliotecas são abertas e mantidas por voluntários. São 12 que fazem parte da associação, mas, conforme Aziel, além disso, existe um número incontável de pessoas que se dispõem a gastar um pouco do seu tempo doando livros ou ajudando diretamente, através de reforço escolar e aulas de música, além de outros projetos sociais como o Cordel nas Escolas ou Jovem Repórter. Uma dessas voluntárias, a estudante de Serviço Social Ana Maria Alves, de 49 anos, contou que além de utilizar o espaço como um meio de estágio, o local ainda possibilita a ela conviver diretamente com um mundo de conhecimentos.
“Aqui a gente mantém o espírito jovem. Eu presto aulas de reforço escolar e acabo aprendendo também”, contou. Sem dúvida, a biblioteca comunitária é uma fonte de inspiração, que levou 15 estudantes a conquistarem vagas nas universidades públicas da cidade. Um deles, o futuro universitário de Comunicação Social Maurício Silva, de 19 anos, contou que aprendendo no espaço foi onde escolheu sua futura profissão.
“Eu vinha para a biblioteca para estudar para o vestibular e participando de um projeto vinculado, o Jovem Repórter, me inspirei e escolhi essa área para trabalhar”, contou.
TRÊS IRMÃS
O projeto saiu das Malvinas e também ganhou espaço no bairro das Três Irmãs, onde funciona há dois anos com um acervo de dois mil livros. Lá, a biblioteca está instalada na rua de mesmo nome do bairro. Nas Malvinas, está localizada na Rua Pau Darcos. Já no bairro do Mutirão, está sendo instalada na escola Instituto Mundo dos Sonhos. “Nós estamos sendo muito bem recebidos na nova biblioteca, especialmente pelas crianças. No início, o projeto parecia uma utopia, mas foi algo que virou real e que está dando certo”, contou Aziel Lima.

Por Isabela Alencar/JPB

By Silvano Silva ✔ | | Posted in , | With 0 comments


CIDADE DE CALDAS BRANDÃO REALIZA SUA TRADICIONAL FESTA DE SANTANA




















A cidade da Caldas Brandão está em festa pois nesta sábado dia 26 acontece a comemoração de mais uma tradicional festa de Nossa Senhora de Santana.

Com a presença de muitas pessoas e familiares da região, o evento que conta com parque de diversão no centro da cidade começa seus festejos às 09:00 horas da manhã com torneio de futebol de campo no estádio local que já confirmou a presença de 16 times e premiações para os vitoriosos.

Na área religiosa, segundo  Wânderson Barbosa (Andinho filho de Ana) que é católico e sempre participa das comemorações da igreja , acontecerá a partir das 19:00 horas a celebração de encerramento do tríduo de Santa Ana celebrada pelo senhor Rafael

Já às 22:00 horas acontece a apresentação das bandas de forró do centro da cidade no palco que fica a rua Manoel Dantas.

As bandas que estarão se apresentando serão: Banda Aveloz e Forró A10.

Ainda segundo informações de um dos funcionários da prefeitura, no dia 27, domingo, também terá animação dom outra banda de forró durante a noite, porém não me soube informar ainda o nome da banda contratada.

A festa tem o apoio da comunidade católica e realização da prefeitura municipal



Blog do radialista Sérgio Thiago
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments


A Polícia Militar, através do 7º Batalhão, prendeu na madrugada deste sábado (26) José Batista da Silva, de 33 anos. Ele é acusado de matar a tiros Valberto Bandeira Soares, 32 anos, no bairro Tibiri II, em Santa Rita.
De acordo com a tenente Thais Queiroz, a vítima era ex-namorado do acusado e o crime aconteceu após uma briga entre os dois, em um das praças do bairro. “O acusado foi preso logo após o crime, ainda com a arma utilizada para praticar o homicídio, um revólver calibre 38. Um amigo da vítima saiu ferido com um tiro no braço e as informações colhidas no local com o sobrevivente e também de testemunhas foram repassadas para a Polícia Civil, que está cuidando do caso”, destacou.
O suspeito foi levado para a 6ª Delegacia Distrital, em Santa Rita. Ele foi autuado por homicídio.
Arma apreendida – Policiais da 6ª Companhia Independente da Polícia Militar apreenderam, também durante a madrugada deste sábado, um revólver calibre 38 na comunidade Jardim Brasília, em Cabedelo. A arma estava na residência de Paulo Sérgio de Farias Azevedo, de 24 anos. Os policiais chegaram até o local após uma denúncia de que o suspeito estava armado na localidade. Ele foi levado para a 7ª Delegacia Distrital, em Cabedelo.
Secom PB
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Cabo da PM e mais dois são presos suspeitos de explosão a banco A Polícia Militar prendeu, no fim da tarde dessa sexta-feira (25), três suspeitos de explodir, durante a madrugada, o caixa eletrônico do Banco do Bradesco da cidade de Livramento, distante 130 km de Campina Grande. Erinaldo José da Silva, de 27 anos, Ricardo Pereira do Nascimento, 29, e o cabo da PM Clodeildo da Silva Moreira foram presos após um cerco realizado em um sítio localizado na Zona Rural do município.


Com eles foram apreendidas quatro pistolas, parte do dinheiro roubado, uma lata com mais de 60 grampos e uma alavanca de ferro – aparelhos utilizados para realizar a ação contra a agência bancária.


De acordo com o tenente José de Arimatea, a viatura realizava rondas na cidade quando recebeu a informação da Polícia Civil de que seis suspeitos de terem praticado o crime estavam acampados em um sítio da zona rural do município. “Com apoio das viaturas de Taparoá e Assunção, foi realizado um cerco a uma residência no local, onde já de início os policiais encontraram cédulas queimadas, grampos e restos de comida, conseguindo prender dentro da casa o policial militar envolvido e mais dois suspeitos. Um quarto acusado que estava com eles conseguiu fugir quando percebeu a chegada das guarnições policiais”, contou.


O oficial disse ainda que durante as buscas foram encontradas as armas, as ferramentas utilizadas no crime e mais de R$ 70 mil reais roubados do banco, que estavam enrolados em dois blusões.


O trio suspeito foi levado para a Delegacia da Polícia Civil na cidade e autuado por furto qualificado. A Polícia Militar vai abrir um procedimento apuratório contra o cabo envolvido no crime.


Ocorrências em bancos – A Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social constatou uma redução de 27% de ocorrências relativas a crimes patrimoniais envolvendo agências bancárias na Paraíba, durante o primeiro semestre deste ano. Os dados são do Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace) da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Seds) e apontam que de janeiro a junho deste ano foram 62 registros contra 85 do mesmo período do ano passado. Representantes do Banco do Brasil estiverem reunidos essa semana com o comando da Polícia Militar confirmando a redução, onde durante audiência revelaram que contra o referido banco a queda foi de mais de 50% (13 no primeiro semestre deste ano contra 27 do ano passado).


Secom/PB
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Pastor de igreja da PB se torna campeão mundial de Jiu-jitsu ao vencer luta no Rio de Janeiro Há 20 anos Roberto Nogueira, 34 anos, conheceu às artes marciais e se apaixonou pela luta. Há cinco se tornou pastor na Igreja Ministério Internacional  Resgatando de Restaurando Vidas (MIRR), em João Pessoa, e ganhou um título: “Pastor do Tatame”. O seu amor pelo Jiu-jitsu o tornou campeão mundial na modalidade.

Com uma vasta experiência no tatame, o pastor-lutador natural do Rio de Janeiro conquistou recentemente mais um título importante para a sua galeria de medalhas: Campeão no Absoluto Mundial no Rio de janeiro. Ele venceu sete lutas e competiu com atletas de diversos países, representando à Paraíba.

Nogueira foi apresentado ao universo da luta quando tinha pouco mais de 12 anos. “Eu era uma criança muito imperativa. Na rua, eu arrumava algumas confusões, briga e daí fui convidado a praticar o esporte e me apaixonei pelo karatê e, consequentemente, o Jiu-jitsu”, comentou.

Em entrevista, Nogueira revelou que em pouco mais de um ano conquistou pódios importantes tanto no Brasil como fora. Em 2013, foi campeão na Alemanha e na Copa Fite de Olinda-PE, vice-campeão no Absoluto no Circuito Nordestino em João Pessoa. Em 2014 conquistou o 1º lugar no Natal Open Nordeste, campeão estadual em João Pessoa, campeão Open Paraíba, sediado em João pessoa, e recentemente se tornou campeão mundial no Absoluto no Rio de Janeiro. O próximo desafio vai ser em novembro na Califórnia, nos Estados Unidos.

Mesmo se consagrando em competições nacionais e internacionais, Roberto Nogueira desenvolve um trabalho social com crianças, jovens e adolescentes, através do esporte e do evangelho. “Sou pastor dos jovens e nessa temática a gente faz um trabalho voltado para eles mostrando sempre o caminho certo”.

Além das atribuições religiosas, o pastor também dar aulas em uma academia, no bairro do Bessa, em João Pessoa, para crianças, adultos e mulheres. Ele integra a equipe ‘Roberto Nogueira Jiu-jitsu”.


Do Portal Correio
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments


O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba julgou na sessão ordinária desta sexta-feira 59 processos, sendo 52 deles relativos a registros de candidaturas. Foram deferidas as candidaturas de 46 deputados estaduais e dois DRAPs, Demonstrativos de Regularidade de Atos Partidários. Também foram homologados quatro pedidos de renúncia de registro de candidatura.

Os DRAPs aprovados foram da Coligação “A Vontade do Povo” e “A Vontade do Povo II”.  A primeira formada pelos partidos PSDB, PEN,  PR, PTB, PSD, SD, PMN, PPS, PT do B, PTN, PRB, PSDC, PSC e PP. O segundo trata de cinco substituições de candidatos que renunciaram.

Ainda na mesma sessão, a Corte Eleitoral decidiu, por unanimidade, multar os deputados Caio Figueiredo Roberto e José Wellington Roberto em R$ 5 mil por propaganda irregular. A penalidade foi estendida ao Partido da República (PR) com a cassação de dois minutos e trinta segundos do tempo da propaganda gratuita na televisão.

Em outra decisão, o Tribunal decidiu extinguir o processo em que o governador Ricardo Coutinho pedia a cassação de diploma, inelegibilidade e multa para o ex-senador José Maranhão  por suposta prática de conduta vedada a agente público, por entender que houve perda do objeto.
TRE
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

 
Colisão entre carro de passeio e Van mata mulher e deixa cinco feridos na BR 230
ferragen(1)Uma colisão entre um carro de passeio e uma Van, na manhã deste sábado, no km 48 da BR-230, deixou uma mulher morta e pelo menos cinco pessoas feridas.
O choque foi registrado nas proximidades do município de Santa Rita, quando o motorista do carro popular seguia para a feira do município e parou na rodovia para verificar qual sentido deveria seguir para chegar ao destino.
O motorista da Van, que seguia na velocidade normal da via em direção ao município de Patos, não conseguiu desviar e acabou se chocando na traseira do carro de passeio. As quatro pessoas que estavam no carro ficaram feridas e uma delas morreu no local. As vítimas foram resgatadas para o Hospital de Emergência e Trauma da Capital pelo Samu. O Corpo de Bombeiros auxiliou na retirada das vítimas, que ficaram presas às ferragens.
Dos passageiros da Van, apenas dois tiveram ferimentos leves, os outros cinco não sofreram nada, apenas o susto.
A Polícia Rodoviária Federal esteve no ponto onde ocorreu o acidente para reorganizar o tráfego e ajudar as vítimas.

Com Pbagora/Foto: Facebook Nelma Figueiredo
By Silvano Silva ✔ | | Posted in , | With 0 comments
sabado_SantAna
Os últimos festejos juninos do ano de 2014 deverá ser bastante movimentado neste sábado (26) na microrregião de Sapé, Zona da Mata Paraibana, que comporta cerca de  seis municípios.
O “Sábado de Sant’Ana” em Mari terá show de Júlio Cezar e Banda e grupo Devaneio Nordestino realizado em Praça Pública pela Rádio Araçá FM.
Em Sobrado, a Prefeitura realiza mais uma edição do SOBRAFORRÓ que terá como atração principal o cantor Jorge de Altinho, além das Bandas Forró da Pegação e Levada de Luxo.
Já na cidade de Caldas Brandão o tradicional evento de sábado de Sant’Ana promovido pela Prefeitura  na gestão da Prefeita Neuma Rolim, terá show em Praça Pública da Banda Aveloz dentre outras atrações.
Da Redação Do ExpressoPB
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Disparo de tanque atingiu prédio no sul de Gaza antes de início da trégua humanitária de 12 horas; nº de mortos chega a 985

gaza morre 20 famíliaUm ataque de um tanque israelenses matou ao menos 20 palestinos da família, incluindo ao menos dez crianças, na cidade de Khan Younis, sul da Faixa de Gaza, na sexta-feira, pouco antes do início neste sábado de trégua humanitária de 12 horas.
Médicos palestinos retiram corpo de escombros de casa destruída por ataque de Israel em Khan Younis, no sul da Faixa de Gaza (25/7)


A casa atingida pelo disparo desmoronou parcialmente e pessoas ficaram sob os escombros. A família havia se mudado recentemente para a construção após fugir de confrontos em uma vila vizinha, disse o funcionário de saúde palestino Ashraf al-Kidra.
Centenas de homens marcharam em uma procissão funerária na tarde deste sábado, gritando “há apenas Deus” enquanto carregavam os corpos, todos envoltos em tecidos, alguns deles com manchas de sangue.
Israel lançou uma grande campanha aérea em Gaza em 8 de julho e, posteriormente, enviou soldados para o território controlado pelo grupo militante Hamas, em uma operação que, diz, tem o objetivo de impedir o lançamento de foguetes contra seu território e de destruir tunéis usados por militantes para atravessar em direção a Israel e lançar ataques.
Até agora, o Exército descobriu 31 túneis e destruiu metade deles. Desde 8 de julho, os militantes lançaram cerca de 2,5 mil foguetes contra Israel.
Ao menos 985 palestinos, em sua maioria civis, foram mortos e mais de 6 mil ficaram feridos nos últimos 19 dias, de acordo com funcionários palestinos. Os ataques israelenses destruíram centenas de casas e forçaram dezenas de milhares de pessoas a fugir, de acordo com grupos de direitos humanos palestinos.
Mais de 160 mil palestinos deslocados procuraram abrigo em dezenas de escolas da ONU, um aumento de oito vezes desde o início da operação terrestre de Israel há uma semana, disse a ONU.
Pessoas vão ao velório do palestino Mohammed al-Araj, morto por tropas israelenses, de acordo com médicos da região
 Israel afirma que faz o possível para evitar mortes de civis, incluindo enviando alertas de retirada para os residentes das áreas que serão alvo de ataques, e culpa o Hamas de colocar as vidas das pessoas em risco acusando-o de usá-las como escudo. Israel perdeu 37 soldados e dois civis, e um trabalhador tailândes também foi morto.
Trégua
Milhares de residentes do território que fugiram dos combates entre Israel e o Hamas retornaram neste sábado a áreas destruídas assim que começou a trégua de 12 horas acordada entre as duas partes e se depararam com uma destruição em grande escala: várias casas estão pulverizadas, enquanto estradas estão bloqueadas pelos escombros e cabos elétricos estão soltos pelas ruas.
Assim que a trégua entrou em vigor às 8 horas locais (2 horas em Brasília), ambulâncias do Crescente Vermelho alcançaram as áreas mais atingidas para retirar corpos dos escombros. De acordo com Kidra, 85 corpos foram retirados dos destroços neste sábado.
A trégua de 12 horas foi apenas o resultado aparente de uma missão de mediação de alto nível do secretário de Estado dos EUA, John Kerry, e do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, durante esta semana. Eles fracassaram em conseguir, como esperavam, um cessar-fogo de uma semana de duração como precursor de um acordo mais amplo.
Em vez disso, o ministro da Defesa de Israel, Moshe Yaalon, alertou que pode, em breve, expandir “de forma significativa” a operação em Gaza. Assim, parece pouco improvável que a trégua deste sábado mude o curso das atuais hostilidades, com ambos os lados se entrincheirando em suas posições.
Israel busca obter um poder de dissuasão. “No final da operação, o Hamas terá de pensar se vale a pena nos atingir no futuro”, disse Yaalon na sexta-feira. O governo israelenses também vem sugerindo a desmilitarização de Gaza como condição para um cessar-fogo permanente, para que o Hamas não possa se rearmar. A atual guerra é a terceira em Gaza em cinco anos.
O Hamas, por sua vez, deseja suspender os ataques só quando receber garantias internacionais de que o bloqueio de sete anos contra Gaza será levantado. Israel e o Egito aumentaram o bloqueio depois que o Hamas capturou o território, em 2007.

Com AP e Reuters
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Entre as 16 maiores economias globais, país ocupa a 15ª posição no combate ao desperdício de energia, segundo instituição americana especializada. O Brasil ficou à frente apenas do México, e atrás de outros Brics

energeticaEntre as 16 maiores economias do planeta, o Brasil ocupa a 15ª posição em termos de eficiência energética, atrás não só de países desenvolvidos mas de outros Brics, como China (4ª colocada), Índia (11ª) e Rússia (14ª). Divulgada neste mês, a lista foi elaborada pelo American Council for an Energy-Efficient Economy (ACEEE), organização americana sem fins lucrativos voltada para o estímulo de políticas, programas e tecnologias de eficiência energética. No ranking, encabeçado pela Alemanha, o Brasil aparece à frente apenas do México.
A ordem de classificação foi determinada com base em 31 indicadores, distribuídos por quatro setores: esforços nacionais de eficiência energética, construções, indústria e transporte. No Brasil, por exemplo, os setores mais eficientes em termos energéticos são os de construção e transporte, segundo o relatório intitulado “ The 2014 International Energy Efficiency Scorecard ” (em tradução livre, “Panorama Internacional da Eficiência Energética 2014”).
A lista inclui 15 países mais a União Europeia (3ª colocada). O bloco foi incluído na lista devido ao peso econômico. Ao todo, as 16 economias avaliadas somam mais de 81% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial e 71% do consumo global de energia, além de responderem por 79% das emissões de dióxido de carbono e gases do efeito estufa. “Índia e Rússia colocam o Brasil em posição incômoda”, analisa Luiz Pinguelli Rosa, diretor da Coppe/UFRJ, destacando que o ranking inclui muitos países de primeiro mundo. “A China é um país contraditório, com muita coisa avançada mas muitas outras atrasadas.”
Este é o segundo ranking do gênero divulgado pela ACEEE. Em 2012, o conselho — formado em 1980 por pesquisadores na área de energia — analisou 12 países. Na época, o Brasil ficou em 10º lugar, seguido por Canadá e Rússia. Apesar de ter sido ultrapassado pelos dois países e por novos entrantes na lista de 2014, o Brasil não apresentou uma piora na sua situação, de acordo com Rachel Young, analista de pesquisa e principal autora do estudo deste ano. “No geral, o desempenho do Brasil não mudou muito entre as pesquisas de 2012 e 2014. Nas áreas em que teve um bom desempenho em 2012, o Brasil permaneceu igual, assim como nas áreas em que sua performance não foi tão boa”, explica Rachel.
A pesquisadora ressalta que o país teve bom desempenho geral no setor de transporte em ambos os relatórios, com pontuação máxima referente ao uso de transporte público e à baixa quilometragem per capita percorrida em veículos. Mas o Brasil manteve baixa pontuação em termos de indústria e esforços nacionais. Um dos fatores que contribuíram negativamente — diz Rachel — é o baixo nível de investimento tanto em eficiência como em pesquisa e desenvolvimento.
A situação brasileira contrasta com a do Canadá, que melhorou sua posição no ranking de 2012 para 2014, passando do 11º lugar para o 9º . “A posição do Brasil no ranking deste ano não reflete uma piora em relação a 2012. O que houve foi uma melhoria em outros países”, resume Rafael Catelli Infantozzi, analista sênior da consultoria norte-americana ICF International.
Para Infantozzi, o país está um passo atrás dos outros quando se trata da eficiência energética na indústria. E também é carente de programas nacionais mais abrangentes nessa área. “Temos o Conpet, na área de petróleo e gás, e o Procel, da Eletrobras”, lembra o analista. “O Procel é um excelente programa, mas é limitado, não engloba todos os equipamentos.”
Diretor no Brasil da consultoria GCE, sediada na Rússia mas com atuação global, Dmitri Lobkov enfatiza que, ao contrário de outros países, o Brasil não conta com uma política de estado de eficiência energética. “Na China, na Rússia e na Índia, por exemplo, as empresas são obrigadas a fazer uma auditoria energética a cada cinco anos”, afirma Lobkov.
O executivo destaca que, para manter um ritmo de crescimento econômico sustentável entre 3% e 4% por ano, o país deveria ter uma folga de 16% entre a sua capacidade instalada de geração e sua capacidade total em termos de consumo. “No Brasil, essa diferença é estimada entre 1,5% e 6%. Para resolver a questão, o país teria de começar a construir muitas novas usinas. Ou, então, reduzir drasticamente o consumo, aumentando a eficiência energética.”
Indústria faz desempenho cair no Brasil
Entre todas as 16 economias listadas pela ACEEE no estudo deste ano, o Brasil foi a que teve a pior performance em termos de eficiência energética na indústria. O resultado está longe de surpreender especialistas. Rafael Infantozzi, da ICF, lembra que, como parte do Programa de Eficiência Energética (PEE), da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), as distribuidoras têm de destinar 0,5% da receita operacional líquida para ações de combate ao desperdício de eletricidade. “A questão é que apenas 2% a 3% desses recursos vão para a indústria”, diz o analista sênior. O grosso dos recursos disponíveis vai para a melhoria da eficiência energética na classe residencial de baixa renda, onde há menor potencial de economia de eletricidade. “A atividade industrial responde por algo entre 35% e 40% da energia consumida no país”, esclarece Infantozzi.
De acordo com o analista, havia no Brasil, em setembro do ano passado, apenas cinco unidades industriais com a certificação ISO 50001, que representa as melhores práticas internacionais em gestão de energia. Nesse quesito, a campeã é a Alemanha. Em setembro de 2012, o país europeu tinha 453 plantas certificadas. Na mesma época, apenas quatro indústrias no Brasil haviam sido certificadas. “Durante muito tempo a energia foi barata e abundante no Brasil. Não havia um estímulo para as empresas investirem em eficiência energética”, diz Dmitri Lobkov, diretor da filial brasileira do GCE Group.
Embora concorde com vários pontos levantados no “Panorama Internacional da Eficiência Energética 2014”, Lobkov ressalta que o relatório não pode ser tomado como “verdade absoluta”. Na visão do engenheiro, o levantamento não considera fontes importantes de energia, como os biocombustíveis. Também não leva em conta — afirma Lobkov — o clima extremo de países como Brasil e Rússia. “No Brasil, qualquer indústria tem gastos imensos com refrigeração. Na Rússia, as companhias gastam com calefação. É muito diferente dos países de clima médio”, exemplifica.

Veja