ULTIMAS NOTÍCIAS
By Silvano Silva ✔ | sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 | Posted in | With 0 comments
Irmãos acusados
Irmãos acusados
Uma operação policial realizada pela Força Tática da Polícia Militar comandada pelo Capitão Augusto apreendeu na manhã desta sexta-feira (27) dois irmãos menores acusados do assassinato de um jovem na noite da quinta-feira (26) na cidade de Mari, Zona da Mata da PB.
Os menores, um de 14 e outro de 17 anos de idade, foram apreendidos no Bairro Pasto Novo e segundo informações repassadas pela polícia o crime teria sido motivado por ciúmes.
A vítima que era de Cruz do Espírito Santo e estava residindo em Mari a pouco tempo, estava namorando com uma ex-namorada de um dos menores, o de 17 anos, daí o mesmo com ciúmes prometeu matá-lo, vindo a executar o prometido na noite desta quinta-feira (26) com a ajuda do irmão de 14 anos.
Os menores acusados foram levados para a Delegacia de Polícia e ficarão a disposição da justiça para as medidas cabíveis.
Da Redação  Do ExpressoPB/Foto: 3ª Cia de Sapé
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Na última pesquisa, o percentual de cidadãos que apoiavam o envio de tropas terrestres era de 39%

imagem original EI CAMERAUm soldado da milícia xiita aponta um rifle durante os combates contra o grupo radical Estado Islâmico
Cada vez mais americanos apoiam o envio de soldados para ofensivas contra o grupo extremista Estado Islâmico (EI) na Síria e no Iraque, de acordo com uma pesquisa conduzia pelo Pew Research Center divulgada nesta terça-feira. Quase metade dos americanos (47%) é a favor do envio de tropas para missões de combate terrestre contra os jihadistas. Em outubro, esse percentual era de 39%, informa o instituto.
Ao mesmo tempo, 49% dos americanos continuam se opondo ao envio de tropas terrestres, percentual que sofreu retração em relação à sondagem anterior. Há quatro meses, esse percentual chegava a 55%. Também aumentou o número de americanos (de 57%, em outubro, para atuais 63%) que preferem manter a guerra contra o EI nos “termos atuais “, ou seja, utilizando apenas bombardeios aéreos. Menos de um terço (30%) é contra qualquer tipo de guerra, o que significa um pouco menos do que os 33% registrados em outubro.

Veja

By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

O ministro da educação, Cid Gomes, disse nesta sexta-feira (27) que os estudantes que estão com dificuldades em se cadastrar no site do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) podem ficar tranquilos, mesmo com as dificuldades enfrentadas pelos alunos no momento da inscrição - na última quarta-feira (25) a página chegou a sair do ar, deixando alunos preocupados.
"O prazo do Fies é um prazo grande, portanto não precisa ter preocupação. Foi aberto no início desta semana, e irá ficar até 30 de abril. Podem ficar tranquilos. Eu fui pessoalmente visitar a base do Ministério da Educação onde estão os computadores, simultânemanente tinham cerca 80 mil pessoas na mesma hora, no mesmo instante. Isso era 21h de quarta-feira. Fiquem tranquilos", disse o ministro. "Não precisa este afobamento", concluiu.
Cid Gomes falou sobre Fies e sugeriu mudanças para o Enem (Foto: Dominik Giusti / G1)Cid Gomes falou sobre Fies e sugeriu mudanças
para o Enem (Foto: Dominik Giusti / G1)
Acesso ao ensino superior
Durante a visita ao Pará, Gomes elogiou os mecanismos de acesso ao ensino superior que utilizam a pontuação do Enem. "O Sisu se transformou no principal passaporte para o ensino superior. Foram 205 mil vagas só no primeiro semestre. O PROUNI ofereceu 2013 mil oportunidades através do Enem. Nós devemos, na próxima edição do Fies, ter no Enem o grande passaporte, além de avaliar a qualidade dos cursos oferecidos", exalta.

Apesar disso, o ministro não descarta que o exame sofra mudanças: de acordo com Gomes, hoje o Enem é uma "operação de guerra", devido aos custos e esforços necessários para que a prova seja aplicada com segurança e sigilo. Por isso, o ideal seria que o estudante fosse avaliado "O que nós queremos é transformar isto em uma estrutura usando a internet, usando os computadores,não em um dia só, na mesma hora", e para isto o MEC pretende abrir uma consulta pública para ouvir sugestões quie possam melhorar o Enem.
Estudantes protestaram duranto visita do ministro (Foto: Dominik Giusti / G1)Estudantes protestaram duranto visita do ministro
(Foto: Dominik Giusti / G1)
Agenda em Belém
Gomes participou de uma reunião nesta sexta-feira (28) com o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, para discutir a aplicação do Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa. Ele disse que espera visitar mais municípios para conhecer melhor e superar os desafios da educação.
Após o encontro com o prefeito, o ministro seguiu para a Universidade Federal do Pará, onde fará uma visita acompanhado de dirigentes da Secretaria de Ensino Superior e da Secretaria de Educação Tecnológica do MEC.

Na UFPA, estudantes receberam o ministro com faixas protestando contra o corte de verbas para educação. Cid Gomes recebeu os alunos e conversou sobre a situação do ensino superior, respondendo aos questionamentos dos alunos e reforçando que a docência exige vocação, e não apenas remuneração adequada.
G1

By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments
10665150_729401357174328_8663079617588462417_nUm acidente sem vítimas fatais foi registrado pela Policia Militar na noite desta quinta-feira (26) por volta das 22h00 na PB 063 que liga as cidades de Gurinhém e Mulungu, na região do agreste da PB.
As informações colhidas pela equipe do ExpressoPB dão conta de que um bugre e uma motocicleta se chocaram na referida rodovia vindo a pegar fogo na estrada.
O Corpo de Bombeiros de Guarabira foi acionado para conter o incêndio e a unidade do Samu de Gurinhém foi acionada para socorrer possíveis vítimas. As informações são de que não houve danos mais graves, apenas as vítimas envolvidas no acidente tiveram penas escoriações.
Até o fechamento da matéria, a reportagem do ExpressoPB ainda não havia conseguido a identidade dos envolvidos no referido acidente, mas poderá trazer a informação a qualquer momento.
10968361_729400217174442_1250164677233539805_n 10953378_729401523840978_668780292876377763_n 11019588_729400277174436_7137330281907905494_n 1618484_729399560507841_8148220566678097800_n

Do ExpressoPB/Fotos: Lula Irineu
 








O ExpressoPB esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É importante informar que qualquer exagero político e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o ExpressoPB o gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário;
By Silvano Silva ✔ | | Posted in , | With 0 comments


Já está definido o local do I Seminário Internacional de Educação Emocional, que será realizado entre os dias 4 e 5 de junho deste ano. Será na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano Cabo Branco, em João Pessoa. Palestrantes da Espanha, do Chile e do Brasil estarão debatendo, no evento, temas como Educação Emocional e Energia Vital, Programas de Educação Emocional na Escola; O Desafio de Desenvolver Competências Emocionais; Aprendizagem Emocional e Bem-Estar; dentre outros.
O Seminário contará com os seguintes palestrantes: Juan Casassus (Espaço Indigo – Chile), António Válles (Universidad de Alicante – Espanha), Juan Carlos Pérez Gonzalez (UNED – Espanha) e Elisa Gonsalves (UFPB – Brasil). O evento será aberto à comunidade em geral e as inscrições já podem ser feitas pelo e-mail grupeemocional@gmail.com.
A Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer e inaugurada no dia 03 de julho de 2008. O complexo possui mais de 8.500m² de área construída no bairro do Altiplano Cabo Branco. A Estação tem a missão de levar cultura, arte, ciência e tecnologia à população de forma gratuita.
Segundo os organizadores, o tema Educação Emocional se impõe na contemporaneidade de forma urgente, por diversas razões: a finalidade da educação implica no desenvolvimento da personalidade integral dos discentes; a educação é um processo que se realiza na relação interpessoal e, por esta razão, está impregnada por fenômenos emocionais. Além disso, estudos registram índices elevados de fracasso escolar e dificuldades de aprendizagem estão relacionadas com estados emocionais como apatia, depressão, chegando ao suicídio; ou a raiva, ódio, chegando ao bullying ou a outros tipos de violência.
Nesses termos, a Educação Emocional desempenha um papel central nas nossas vidas, especialmente por serem estruturantes no desenvolvimento de uma pessoa. O Seminário reunirá especialistas de diferentes partes do mundo e terá um caráter teórico-vivencial, com conferências de especialistas com reconhecimento internacional e vivências específicas sobre um conjunto de emoções para que você possa aprender, na prática, a realizar um trabalho educativo na área de Educação Emocional.
A comissão organizadora do evento é composta por Elisa Pereira Gonsalves, Francisca Alexandre de Lima, Cinthia Galiza, Márcia Rique, Ednaldo Braz de Holanda, Pedro dos Anjos, Jefferson Pia, Andressa Raquel de Souza, Annielly Melo e Ricardo Targino
PROGRAMAÇÃO
Dia 04/06
8h-10h - Credenciamento
10h -  Sessão de Abertura
10h30-12h- Conferência – Juan Casassus (Espaço Indigo – Chile)
14h30-16h- Conferência – António Válles (Universidad de Alicante – Espanha)
16h30-18h- Vivência
Dia 05/06
8h-10h- Conferência – Juan Carlos Pérez Gonzalez (UNED – Espanha)
10h30-12h- Vivência
14h30-16h- Conferência – Elisa Gonsalves (UFPB – Brasil)
16h30-18h- Vivência
18h- Sessão de Encerramento
Taxa de inscrição
Categoria
Janeiro e fevereiro
Março e abril
Maio e junho
Estudantes de Graduação
R$ 120,00
R$ 140,00
R$170,00
Estudantes de Pós-Graduação
R$ 140,00
R$ 160,00
R$ 180,00
Educadores da Educação Básica
R$ 160,00
R$ 180,000
R$200,00
Professores de Institutos e Ensino Superior
R$ 180,00
R$ 200,00
R$220,00
Público em Geral
R$ 180,00
R$ 200,00
R$220,00
Assessoria

By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Em nota, Governo da PB lamenta assassinato de radialista e afirma que ato foi “brutal e covarde”O Governo da Paraíba emitiu no início da tarde desta sexta-feira (27) Nota de Pesar lamentando a morte do radialista Ivanildo Viana.

Na nota, o Governo lamenta a forma brutal como o radialista foi morto: “Em nome do Governo do Estado da Paraíba, a Secretaria de Estado da Comunicação Institucional vem a público lamentar a maneira brutal e covarde pela qual foi assassinado”, diz a nota.

O Governo também se solidarizou com familiares da vítima e disse que as forças de segurança do Estado estarão empenhadas em solucionar o crime.

Leia nota na íntegra:

Em nome do Governo do Estado da Paraíba, a Secretaria de Estado da Comunicação Institucional vem a público lamentar a maneira brutal e covarde pela qual foi assassinado nesta sexta-feira (27) o radialista Ivanildo Viana, experiente e respeitado militante da imprensa paraibana.

Ao mesmo tempo em que nos solidarizamos com a família, colocando-nos à disposição, reiteramos a garantia do empenho das forças de segurança do Estado em solucionar com a maior brevidade possível o caso, colocando nas mãos da Justiça para efeitos de cumprimento rigoroso da lei os responsáveis por essa barbaridade.

O secretário de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, que esteve no local do crime, já recomendou ao superintendente da Polícia Civil da Região Metropolitana de João Pessoa atenção especial para o ocorrido no desejo de identificação dos criminosos.

O radialista Ivanildo Viana desempenhava suas funções jornalísticas com responsabilidade e desfrutava de imenso respeito da categoria. Sua morte é uma perda para o radialismo paraibano e, especialmente, para todos aqueles mais carentes que se sentiam defendidos e ajudados por sua atuação solidária. Sua atuação não será esquecida.

Que Deus conforte toda a família neste momento de dor e possa recebê-lo em seus braços dando-lhe o lugar merecido ao Seu lado.


PB Agora
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments


Corpo do Radialista Ivanildo Viana
Corpo do Radialista Ivanildo Viana

Radialista Ivanildo no exercício da profissão
O radialista Ivanildo Viana foi morto a tiros no início da tarde desta sexta-feira (27) na BR-230 em João Pessoa.
A Polícia Rodoviária Federal do posto de Bayeux recebeu um aviso de que um motociclista teria sido baleado na rodovia. Chegando no local, a Samu já fazia o primeiro atendimento, mas não teve sucesso.
De acordo com a perícia, Ivanildo sofreu os tiros ainda em movimento e caiu mais para frente.
Ivanildo Morais era locutor de rádio e apresentava um programa de 9h as 11h na Líder FM, de Santa Rita.

Com Paraiba.com.br/Foto: Instagran Mofi
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

WHATSAPPO desembargador Raimundo Nonato da Costa Alencar, do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), sustou nesta quinta-feira, 26, os efeitos da decisão do Juiz Luiz Moura Correia, que suspendia o uso do aplicativo WhatsApp em todo o Brasil. O magistrado alegou que a decisão era sem razoabilidade, porque a suspensão do serviço afeta milhares de pessoas, em prol de uma investigação local.
A decisão do desembargador Raimundo Nonato da Costa Alencar estava disponível no sistema de acompanhamento eletrônico de processo do Tribunal de Justiça do Piauí, mas não tinha detalhe sobre o processo, que tramita em segredo de Justiça.
“A fim de suspender a eficácia da ordem emitida, contra as impetrantes, no processo n. 0013872-87.2014.8.18.0140 (a que fazem referência os Ofícios n. 0207/NI/2015, 0209/NI/2015 e n. 0215/NI/2015, todos do Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Piauí), em nada afetando, ressalto, a ordem judicial de folhas 43/46 do referido feito. Decisão sem razoabilidade. Suspensão de serviço que afeta milhões de pessoas, em prol de investigação local”, diz o sumário da decisão em Mandado de Segurança publicada no site do TJPI.
O juiz da Central de Inquéritos de Teresina, Luiz Moura Correia, havia determinado que o acesso ao aplicativo WhatsApp fosse suspenso por descumprimento de ordem judicial para interceptação telefônica para elucidação de crimes.
“A ordem judicial foi expedida em virtude de anterior descumprimento, por parte do provedor de aplicação deInternet WhatsApp, de outras determinações de caráter”, diz a nota divulgada pela Polícia Civil do Piauí.
Na decisão, o juiz deu 24 horas para que a empresa suspenda não só os acessos a serviços dos domínios whatsapp.net e whatsapp.com, mas como o uso do aplicativo. A sede da empresa, nos Estados Unidos, foi notificada para dar cumprimento à determinação judicial.
O magistrado informou que a decisão é resultado de inquéritos que tramitam em segredo de justiça desde o ano de 2013. Ele disse que a quebra do sigilo do contato por WhatsApp serviria para a elucidação dos crimes.
“O WhatsApp não quis se adequar ao caso da interceptação e foi notificado quanto a isso. Determinamos a suspensão do serviço para cumprir as diligências. Trata-se de uma questão de soberania nacional. Para operar aqui, a empresa tem que se adequar as leis daqui”, explicou Luiz Moura.
Segundo o juiz, depois do Marco Civil da Internet, a empresa que funciona nos Estados Unidos, tem que dar cumprimento às decisões locais. “É para o Brasil discutir a questão. São vários casos em questão. Como se trata de segredo de Justiça, não posso falar sobre o assunto. Quem pode falar são as autoridades policiais”, acrescentou.
Os servidores do Tribunal de Justiça do Piauí estão em greve solicitando reajuste salarial de 10% e a reestruturação do quadro de servidores, mas o juiz Luiz Moura foi procurado ontem (25) por advogados de empresas para dar cumprimento a ordem judicial e outros tentando evitar a execução da decisão. A polícia informou apenas que são vários processos que correm em segredo de justiça. Os casos são investigados pelo Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Piauí.
Parte da decisão judicial diz: “Suspenda temporariamente até o cumprimento da ordem judicial, em todo território nacional, em caráter de urgência no prazo de 24 horas após o recebimento, o acesso através dos serviços da empresa aos domínios whatsapp.net e whatsapp.com, bem como todos os seus subdomínios e todos os outros domínios que contenham whatsapp.net ewhatsapp.com em seus nomes e ainda todos números de IP (Internet Protocol) vinculados aos domínios já acima citados”.
“Eu acho muito difícil que essa decisão chegue a ser cumprida”, opinou a advogada Gisele Arantes. “Bloqueando o WhatsApp você está afetando o direito de outras milhares de pessoas. É muito desproporcional.”
Procurados pela reportagem, as operadoras afirmaram que se pronunciarão oficialmente através do SindiTelebrasil, que, em nota disse ter recebido “com surpresa” a decisão, e que a medida poderia “causar um enorme prejuízo a milhões de brasileiros que usam os serviços, essenciais em muitos casos para o dia a dia das pessoas, inclusive no trabalho”.
Para o SindiTelebrasil, “a medida é desproporcional” e lamentou o fato de assumir as operadoras como alvo a fim de atingir a empresa responsável pelo WhatsApp, as “não têm nenhuma relação com o serviço”, segundo o comunicado.
Sem representação
O WhatsApp, assim como Snapchat, Tinder e Secret, não possuem representação no Brasil, o que dificulta o acesso por meio jurídico dos seus usuários ou reclamantes. No caso específico do WhatsApp, uma saída dos tribunais tem sido a de destinar a ação ao
Facebook
, que concluiu a aquisição da empresa criadora do aplicativo (por US$ 22 bilhões) em meados do ano passado.
Em agosto do ano passado, uma liminar determinou a suspensão do aplicativo Secret no Brasilacatando pedido de promotor que acreditava que o app feria a proibição ao anonimato, presente na Constituição. A Justiça posteriormente voltou atrás e liberou o aplicativo, após entender que era possível obter os dados dos usuários através da empresa responsável.
Para o jurista e diretor do instituto de pesquisas InternetLab, Dennys Antonialli, o caso do Secret é simbólico. “Ele ilustra o poder máximo do Artigo 11 (do Marco Civil da Internet), que é banir o serviço do Brasil. Aplicar uma multa ou constranger a empresa não adiantaria nada, porque ela não tem escritório aqui”, diz o pesquisador.
Antonialli defende que o juiz poderia ter buscado formas menos drásticas para atingir a empresa após não ter tido resposta. “O WhatsApp tem uma base de usuários gigantesca no Brasil e é uma das formas de comunicação mais utilizadas. Por conta de um inquérito, o serviço poderia cair no Brasil inteiro”, disse. “Há meios mais sutis para constranger a empresa, impondo multa alta diária, por exemplo.”
O artigo em questão diz que empresas que coletem, armazenem ou guardem e tratem registros de dados pessoais “em que pelo menos um desses atos ocorra em território nacional, deverão ser obrigatoriamente respeitados a legislação brasileira e os direitos à privacidade, à proteção dos dados pessoais e ao sigilo”. A regra vale “mesmo que as atividades sejam realizadas por pessoa jurídica sediada no exterior, desde que oferte serviço ao público brasileiro”.
Na opinião da advogada Gisele Arantes, especialista em direito digital que atuou no caso do aplicativo Secret, o Marco Civil “falhou” ao não prever “uma forma de se alcançar esse provedor de aplicações lá fora quando se precisar de alguma informação”. E resume a atual situação. “Se você é ofendido pelo WhatsApp, você vai ter que identificar as pessoas e responsabilizá-las; para conseguir essas informações, você precisa mandar uma ordem para o WhatsApp, mas ele está lá fora e para isso seria necessário uma carta rogatória, o que demoraria anos.” A jurista espera que o caso “chame a atenção das autoridades para esse buraco”.
O caso se assemelha a um de 2007. Na ocasião, um juiz chegou a suspender por um dia o YouTube no Brasil após tentativas fracassadas de impedir que um vídeo da apresentadora e modelo Daniella Cicarelli, que foi gravada durante ato sexual com o namorado em uma praia na Espanha. A decisão foi então derrubada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

Com Estadão



By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments
Vera-Pontes2A ex-Prefeita de Mari, Zona da Mata da PB, Vera Pontes, reagiu as declarações do atual Presidente da Câmara, vereador Edvaldo Martins (PSB) que durante entrevista na Rádio Rural de Guarabira afirmou que a gestão de Pontes teria sido quatro anos de atraso: “talvez a gente viveu dez anos de atraso em quatro”, afirmou na oportunidade o parlamentar.
Vera que vinha se mantendo em silêncio, junto com  o seu esposo, o também ex-prefeito Adinaldo Pontes, resolveu falar e no Programa Liberdade de Expressão desta sexta-feira (27) não poupou críticas ao vereador e a sua conivência com a situação de caos em Mari. “Eu acho que ele deveria se preocupar com o caos instalado hoje em Mari”, disse a ex-prefeita ao explicar que seu dia-a-dia tem sido em resolver problemas na área da saúde das pessoas de Mari na capital.
“As pessoas saem de Mari para resolver um problema de saúde em João Pessoa, saem daqui em um micro-ônibus lotado com quase 100 pessoas e chegam lá pior do que quando saíram”, alfinetou Vera revelando que muitos marienses que vão no ônibus da prefeitura para a capital vão com consultas agendas por ela – Vera – mas que não podem dizer porque se não são proibidas de usarem o transporte.
A ex-prefeita disse que não entende essa preocupação do parlamentar, já que ela deixou a prefeitura há 15 anos, mesmo assim eles ainda estão preocupados com ela. “Eu acho que vou pedir licença ao povo de Mari e vou me candidatar a prefeita, pra eu ter a oportunidade de consertar tudo que eu fiz de errado como eles dizem, eu acho que eles tem medo disso”, asseverou em dado momento de sua fala.
Em seguida Vera negou que tenha dito em algum lugar que seria candidata, mas garante que não tem medo de ser, caso entenda necessário. “Enquanto ele falava de mim, eu estava trabalhando pelo povo, levando as pessoas para tratamento de saúde em João Pessoa”, disse.
Vera Pontes lembrou as obras importantes realizadas no seu governo a exemplo do Calçadão do centro da cidade, a construção de 90% do Ginásio de Esportes e a atração da Fabrica da Penalty que gerou 200 empregos diretos em Mari. “Como é que esse homem abre a boca para dizer que foram 10 anos de atraso, atraso ta agora que fecharam a fábrica da Penalty e desempregaram o povo de Mari”, finalizou Vera Pontes.
Da Redação
Do ExpressoPB
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Foto: @ExpressoPB
Foto: @ExpressoPB
(Em atualização – 22h21) A Polícia Militar registrou por volta das 22h00 desta quinta-feira (26) um assassinato na Rua da Aliança, área periférica do município de Mari, Zona da  Mata Paraibana.
Segundo informações extraoficiais colhidas até o momento pelo ExpressoPB dão conta de que a vítima trata-se de um jovem identificado pelo apelido de ‘Foguim’ que chegou para morar no local no dia de hoje.
A policia está no local do crime realizando diligências, mas até o fechamento da matéria ainda não tinha identificado o nome da vítima, mas apena o apelido como revelado acima.
Na região onde ocorreu o assassinato prevalece a lei do silêncio.
Mais informações a qualquer momento.
Da Redação
Do ExpressoPB
By Silvano Silva ✔ | quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015 | Posted in | With 0 comments

Confira a previsão do tempo para esta quinta-feira na PB
 O céu nublado e as chuvas passageiras que ocorreram nessa quarta-feira (25) no Litoral paraibano devem se repetir na manhã desta quinta-feira (26). As temperaturas irão variar entre a mínima de 25°C, durante a madrugada, e a máxima de 30°C no início da tarde. Segundo o setor de meteorologia da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) também deve chover no Sertão, onde os termômetros irão variar entre 21°C e 35°C.

No Brejo, o céu também deve permanecer com muitas nuvens ao longo do dia. A temperatura mínima esperada nesta região é 20°C e a máxima 29°C. “O tempo deve permanecer estável e com nebulosidade variável podendo ocorrer chuvas na faixa leste paraibana, nos períodos da manhã e noite. Nas demais regiões do Estado, o sol aparece entre nuvens com possibilidade de chuvas isoladas no Alto Sertão e Sertão, nos períodos da tarde e noite”, informou o meteorologista Flaviano Fernandes Ferreira no boletim de análise e previsão do tempo da Aesa.

Confira a previsão completa na tabela:


Litoral

Variação de nebulosidade. Com chuvas isoladas nos períodos da manhã e noite.

Max.: 30°C

Min.: 25


Brejo

Variação de nebulosidade. Com chuvas isoladas nos períodos da manhã e noite

Max.: 29°C

Min.: 20°C


Agreste

Variação de nebulosidade. Com chuvas isoladas nos períodos da manhã e noite

Max.: 29°C

Min.:22°C


Cariri-Curimataú

Nebulosidade variável

Max.: 33°C

Min.: 23°C


Sertão

Nebulosidade variável. Poderão ocorrer chuvas isoladas nos períodos da tarde e noite.

Max.: 35°C

Min.: 22°C


Alto Sertão

Nebulosidade variável. Poderão ocorrer chuvas isoladas nos períodos da tarde e noite.

Max.: 35°C

Min.: 21°C



As variações climáticas na Paraíba são monitoradas na Sala de Situação, na sede da Aesa, em Campina Grande, onde também são acompanhados os níveis dos principais reservatórios. Estações agrometeorológicas automáticas espalhadas pelo Estado enviam informações como a umidade e temperatura do solo, radiação solar, pressão atmosférica, temperatura e umidade relativa do ar, além da direção e velocidade do vento.


Essas informações são disponibilizadas na internet, no site www.aesa.pb.gov.br. Para a construção da Sala de Situação, foram investidos mais de R$ 2 milhões com recursos do Governo do Estado, da Agência Nacional das Águas (ANA) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).



Secom-PB
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments
propaganda_reforma-escola-Sapé-1613967032169680_349689939352834401_nO Governo Municipal de Sapé, Zona da Mata Paraibana, tem dado uma verdadeira lição de como se cuidar bem do futuro de sua gente. A educação é o pilar de uma sociedade consciente e cidadã e dessa premissa a gestão do Prefeito Roberto Feliciano (PSB) não tem se afastado.
Na próxima sexta-feira (27) a Secretaria de Educação, comandada pelo Professor Kildare Freitas, irá entregar a Escola Noemi Holanda Mariz totalmente reformada dentro do Programa “Edificar para Educar”.
Desde o início da gestão de Roberto mais de 10 unidades escolares já passaram por reforma, ou melhor, foram na realidade reconstruídas, fruto do esforço e do empenho de toda uma equipe que trabalho pelo futuro da cidade.
Para o Secretário de Comunicação do município de Sapé, Romero Baunilha, os que mas criticam a gestão atual, são aqueles que nada ou quase nada fizeram para o desenvolvimento do município.
11021212_1613967032169680_349689939352834401_n (1)
/Com  Secom-Sapé