ULTIMAS NOTÍCIAS
By Silvano Silva ✔ | sábado, 19 de julho de 2014 | Posted in | With 0 comments


Esse é o primeiro realinhamento de preços concedido pelo Executivo desde 2012

A tarifa nos transportes coletivos urbanos de João Pessoa vai custar R$ 2,35 a partir desta segunda-feira (21). O novo valor, definido pelo prefeito Luciano Cartaxo, é inferior aos R$ 2,48 pedidos pelos empresários e os R$ 2,40 aprovados pelo Conselho Municipal de Mobilidade Urbana. Esse é o primeiro realinhamento de preços concedido pelo Executivo desde 2012.
No último realinhamento, o valor da tarifa foi para R$ 2,30. Essa quantia, no entanto, foi reduzida para R$ 2,20 em junho do ano passado, por decisão do prefeito Luciano Cartaxo. Levando em conta o valor da passagem quando o gestor assumiu o cargo, em 2013, o percentual de elevação no preço da tarifa foi de 2,1%.
"Apesar de o Conselho de Mobilidade ter aprovado uma tarifa de R$ 2,40, o prefeito Luciano Cartaxo entendeu que só seria possível uma tarifa de R$ 2,35", disse o secretário de Articulação Política de João Pessoa, Lucius Fabiani. A decisão do prefeito foi tomada na tarde deste sábado (19), durante reunião com secretários e assessores.
Com o realinhamento, as empresas de transportes coletivos de João Pessoa assumiram o compromisso de renovar e ampliar a frota de ônibus disponível para a população. Até o fim do ano, serão 50 novos veículos. A Prefeitura também tem cobrado a ampliação dos investimentos em veículos adaptados para garantir maior acessibilidade para as pessoas com deficiência.
Para pedir o realinhamento, o Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos Urbano (Sintur), que representa os empresários do setor, alegou, entre outros fatores, a variação dos preços dos insumos (combustível, rodagem, salários, benefícios, remuneração e despesas), além de dados operacionais do sistema, como o número de passageiros, descontos oferecidos, quilometragem, tamanho e idade da frota.
A reunião do Conselho de Mobilidade Urbana ocorreu na última sexta-feira (18). Depois de analisar as planilhas apresentadas pelos empresários, o Conselho definiu que o realinhamento das tarifas deveria ser de R$ 2,4008.
O valor de R$ 2,40 foi aprovado por 12 votos conta um. A metodologia adotada em João Pessoa para o cálculo da tarifa foi desenvolvida por um órgão do Ministério das Cidades (GEIPOT) e é amplamente utilizada em todo território nacional, onde se encontra o valor da tarifa pela divisão do custo total dos serviços e o número de passageiros transportados.
Melhorias - A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) tem trabalhado para garantir melhorias aos usuários do transporte coletivo urbano. Nos últimos dois anos, a população ganhou 61 novos ônibus zero quilômetro e 18 seminovos veículos.
Participação - Além do superintendente da Semob, que atua como presidente do Conselho, estavam presentes na reunião os representantes das secretarias de Planejamento (Seplan), Meio Ambiente (Semam), Educação e Cultura (Sedec), Orçamento Participativo (OP) e Infraestrutura (Seinfra).
Também participaram integrantes do Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos Urbanos no Município de João Pessoa (Sintur), da União Pessoense de Estudantes Secundaristas (Upes), Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Passageiros e Cargas no Estado da Paraíba, Sindicato Intermunicipal dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários, Taxistas, Caminhonetes, escolares e Auxiliares de Condutores na Paraíba (Sindtáxi); Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), Diretório Central dos Estudantes (DCE/UFPB) e Diretório Central dos Estudantes (DCE/Unipê).

Secom-JP
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments
Um duplo homicídio foi registrado no inicio da noite deste sábado (19) na cidade de Dona Inês, no curimataú paraibano.
As primeiras informações dão conta de que foram dois jovens naturais da cidade de Mari e que a pouco mais de um ano estavam residindo em Dona Inês.
O duplo homícidio aconteceu na Rua do Barreiro, por trás do hospital daquele município.
Uma das vítimas que não resistiu e morreu no local enquanto que o outro ainda foi socorrido para o hospital, mas que também não resistiu.
A identificação das vítimas ainda está sendo checada pela política.
Mais informações a qualquer momento.
Da Redação 
Do ExpressoPB
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Depois de quatro anos de existência discreta, ProUni Internacional deu um novo passo; a partir deste ano, programa torna pública oferta de 80 bolsas para a Espanha até 2018

Há exatos quatro anos, o estudante paulista Rubens Lima foi surpreendido com a ligação de um desconhecido. "Do nada, e de repente, me ligou uma pessoa que se identificou como sendo um assessor de projetos internacionais do governo. Durante o contato, ele disse que eu tinha ganhado uma bolsa de estudos na Espanha por ter tido uma das maiores notas no Enem [Exame Nacional do Ensino Médio]", lembra ele.
O contato foi feito na mesma semana que o estudante - que na época tinha 18 anos - começara as aulas no curso de Engenharia Química em uma faculdade particular de São Paulo. Ele havia sido selecionado como bolsista do Programa Universidade para Todos (ProUni). Mas depois da tal ligação misteriosa, seus planos mudaram por completo.
Lima fez parte do primeiro grupo de alunos que foram convocados para participarem de um projeto piloto do Ministério da Educação (MEC), o ProUni Internacional. A iniciativa, pioneira no País, banca todo o ciclo de quatro anos de estudos de graduação no exterior.
Lá fora, os alunos selecionados ganham bolsas integrais para estudarem na Universidade de Salamanca, uma das mais antigas e prestigiadas da Espanha. O programa Ciência sem Fronteiras (CsF) - outra iniciativa do MEC, que vem apresentando uma série de problemas em sua condução -, banca geralmente apenas um ano de bolsa em universidades do exterior.
Seleção
Além dessa primeira chamada - feita em 2010 e que contou com a participação de Lima e de outros nove estudantes -, outras três seleções foram realizadas pelo governo nos anos subsequentes. Nenhuma das convocações contou com a abertura de edital público de seleção. Todo o contato foi feito diretamente com os estudantes que tiveram as melhores pontuações no Enem.
Ademais de ter uma boa nota no exame, todos os alunos contatados pelo governo deveriam ser estudantes de baixa renda e terem se inscrito no ProUni regular - o programa de bolsas de estudo nas instituições particulares. Assim, tendo em mãos a lista dos alunos com maior nota no Enem, foram selecionados para o programa do MEC aqueles que tinham recém ingressado em alguma instituição particular pelo ProUni em cursos considerados como estratégicos pelo governo.
Na primeira turma, por exemplo, fazem parte alunos das áreas de Engenharia Química e Matemática. Nos demais grupos, foram selecionados estudantes dos cursos de Estatística e Física, por exemplo. Também há alunos de Comunicação Social e Educação entre os selecionados do ProUni Internacional.
Nova fase
Depois de quatro anos de criação, o programa do MEC deu um novo passo. O ProUni Internacional resolveu se abrir para o público em geral. A expectativa é que, até 2018, sejam oferecidas 80 vagas. O quantitativo é o dobro do que foi ofertado até então, quando foram selecionados 10 candidatos por ano, entre os anos de 2010 e 2013.
A abertura coincide com a formatura da primeira turma - eles viajaram em 2010 e acabaram o curso agora no último semestre. Dos 10 selecionados, três desistiram do programa, o restante conseguiu chegar até o último ano.
Rubens Lima foi um dos que participaram da cerimônia de formatura. "Minha família está muito feliz e bastante orgulhosa de mim, formar-se em engenharia em uma universidade já é um orgulho, e quando o curso é feito no exterior, com tudo pago, a comemoração é ainda maior", diz.
Novas regras
Agora, com a abertura do novo ciclo do programa, que vai oferecer mais 80 vagas até 2018, as regras são diferentes. Para ganhar uma bolsa, o candidato não precisa estar vinculado ao ProUni. Ele necessita, no entanto, atender aos requisitos solicitados pelo programa.
O candidato ao ProUni Internacional deve ter cursado o ensino médio em escola pública ou ter sido bolsista em instituição privada e ter uma renda familiar mensal per capita que não exceda o valor de até um salário-mínimo e meio. É preciso, também, ter uma nota mínima de 600 pontos no Enem e não ser portador de diploma de curso superior.
Os professores da rede pública de ensino, interessados nos cursos de licenciatura e pedagogia, também podem participar do ProUni Internacional. A vantagem que esse público têm é que, nesse caso, podem participar quaisquer que sejam os candidatos, independente da renda que recebem.
Como a convocatória de 2014 já foi encerrada, a próxima seleção deve se aberta no início de 2015. Para acompanhar a nova abertura da convocatória e se inscrever, o aluno deve acompanhar o site da Fundação Capes - a agência de fomento do MEC - na internet.
Recém selecionado
O paraibano Paulo Filipe Vasconcelos, de 22 anos, foi um dos selecionados na primeira chamada pública aberta ao público neste ano. Natural de Campina Grande, Vasconcelos já viajou para a Espanha no final do primeiro semestre. Lá, teve que fazer o vestibular espanhol e aprender o idioma antes de começar o curso de Filosofia em Salamanca, previsto para iniciar em setembro.
"Faço parte de um tipo de aluno que, mesmo sendo de baixa renda, sempre luta muito para melhorar de vida por meio dos estudos. Durante toda minha trajetória escolar, sempre consegui bolsas de estudos em escolas particulares", fala Vasconcelos.
Mesmo participando do primeiro processo que contou com um edital público, o estudante acredita que essa primeira edição aberta do ProUni Internacional foi pouco divulgada. A apresentação de candidaturas ocorreu em março e o resultado dos selecionados saiu em abril.
“Descobri apenas no último dia, acabei me inscrevendo de última hora. Mas foi difícil convencer a minha mãe, já que ela pensava que se tratava de tráfico de pessoas, de tão bom que o programa é", diz Vasconcelos.
Vantagens
A brincadeira que o estudante faz com o receio da mãe têm razão de ser. Ao elogiar o programa, Vasconcelos cita as vantagens às quais os candidatos ao ProUni Internacional têm ao serem selecionados. "Para os primeiros 12 meses, a Capes paga uma bolsa mensal de 870 euros [mais de R$ 2,5 mil], o que dá para viver muito bem. Depois, o Santander dá um auxílio mensal de 730 euros [mais de 2 mil reais]", comenta Filipe.
Ele também diz que os cursos de língua e de cultura são ofertados de forma gratuita antes do início do curso na universidade. As passagens aéreas também são bancadas pelo programa, além de seguro saúde e auxílio instalação, no valor de mais de R$ 4 mil. Além disso, os estudantes têm direito a uma viagem por ano ao Brasil, nos período de férias escolares da Universidade de Salamanca.
Da vida boa que agora tem na Europa, Vasconcelos sente falta apenas de um determinado item que não foi contemplado pela bolsa. "O cuscuz! O daqui é diferente, é meio branco. Prefiro o de lá [do Nordeste]", brinca o aluno.
Outro lado
Consultada, a Capes informou que, por enquanto, não há perspectiva para a extensão do programa ProUni Internacional para outros países.
Sobre o sigilo no processo de seleção dos primeiros grupos, o Governo Federal informa, por meio do Ministério da Educação, que "de 2010 a 2013, o MEC realizou a seleção desses estudantes do ProUni Internacional, com base na classificação deles no Enem e levando em conta os critérios de seleção do ProUni [regular]. A partir de 2014, a seleção continuou obedecendo aos mesmos critérios, mas passou a ser feita via Capes".
IG
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments


Cerca de 20 torcedores vão ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, cercam os jogadores e cobram melhores resultados

Clima quente no embarque do Flamengo para Porto Alegre. Cerca de 20 torcedores foram ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, neste sábado, protestar contra a última colocação no Campeonato Brasileiro. Antes da viagem para partida com o Internacional, domingo, no Beira-Rio, o grupo cercou os jogadores no saguão do local e cobrou melhores resultados. Felipe, Elano e André Santos foram os alvos principais.
Ciente de que o protesto tinha sido marcado, o Flamengo reforçou a segurança e colocou homens à paisana para protegerem os jogadores. As cobranças, no entanto, foram todas verbais. O tom ficou mais ríspido quando Elano desceu do ônibus e torcedores se aproximaram gritando:
- Tem que correr, Elano. Vamos correr. Está pensando que isso aqui é Santos?
Logo depois, André Santos deixou o veículo e também foi muito cobrado. Os rubro-negros também pediram maior dedicação ao lateral e chegaram a dizer para ele voltar para Turquia, onde defendeu o Fenerbahçe. Já dentro do aeroporto, o tom foi de ameaça.
- Já passou da hora de meter o pé. Se não ganhar lá (em Porto Alegre), nem volta para o Rio.
A paciência dos torcedores também chegou ao fim com Felipe, que teve seus rebaixamentos por Corinthians e Vitória lembrados. Nenhum jogador, entretanto, passou ileso pelos torcedores. A Mattheus, por exemplo, disseram para "deixar o papai de lado e jogar bola", enquanto com João Paulo as palavras foram: "Até ontem jogava no interior de São Paulo e agora não quer correr".
Já os dirigentes tiveram trégua dos torcedores. O presidente Eduardo Bandeira de Mello passou quase despercebido na delegação. De uma das portas do aeroporto, o diretor executivo Felipe Ximenes observou o protesto e o máximo que ouviu foi questionamentos sobre "o que era necessário para que os principais alvos deixassem o clube".
Muito pressionado, o Flamengo encara o Internacional, domingo, às 16h (de Brasília), no Beira-Rio, pela 11a rodada do Brasileirão. Há sete rodadas sem vencer e com somente sete pontos em dez jogos, o clube é o último colocado na tabela.
globoesporte.com
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

GEDC1798Conforme comentava-se nas rodas de conversas entre os servidores públicos municipais de Mari, zona da mata paraibana, a situação da previdência municipal é extremamente preocupante.
Uma reunião realizada na última quinta-feira (17) entre alguns conselheiros da MARIPREV, autarquia municipal, e os servidores do município, foi possível constatar o caos para que caminha a previdência própria do município, deixando os servidores preocupados e revoltados com os que atualmente estão administrando a instituição previdenciária mariense.
Pelo que foi exposto pelas conselheiras Marineide Martiniano, Marcleide Monteiro e Estefânia Silva de Sousa o município de Mari não vem repassando como deveria as contribuições previdenciárias tanto da parte dos servidores como da parte patronal, inclusive neste ano de 2014 o município não repassou nenhum valor da parte patronal a autarquia e a receita está comprometida já que este ano a MARIPREV está com déficit, ou seja, já gastou mais do que arrecadou no ano em curso.
Os servidores públicos municipais ficaram revoltados com os números apresentados pelas conselheiras e preocupados com a situação que a instituição poderá chegar nos próximos meses.
A situação se complica quando se analisa as despesas da autarquia com advogado e contadora já que consta nos balancetes que o advogado da instituição recebe mensalmente R$ 4 mil e no mês de março deste ano recebeu mais  R$ 4 mil apenas para acompanhar o processo de escolha dos conselheiros do Conselho Administrativo; já a contadora que recebe mensalmente cerca de R$ 2,5 mil recebeu em um mês o dobro por ter xerocado o balancete das contas da referida autarquia. Registre-se ainda que o advogado dos servidores também é contratado pela prefeitura para defender os interesses do município.
As diárias pagas pela MARIPREV para seus dirigentes também são questionadas pelos servidores que não entendem como é que uma viagem entre Mari e Sapé, com cerca de 15km tem servidor da instituição que também recebe diárias.
“A situação da MARIPREV é complicada, já que os repasses não estão sendo feitos regularmente e os recursos que constam em caixa ainda banca certas despesas desnecessárias, a exemplo de diárias”, disse a conselheira Marineide Martiniano.
Estiveram presente a reunião, além dos servidores, o Presidente do SINDSMAR (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mari) Fernando Viana, os vereadores Marcondes Baltazar e Magdiel Olinto, o Presidente da Rádio Comunitária Araçá FM, Severino Ramo, as conselheiras Marineide Martiniano, Marcleide Monteiro e Estefânia Silva de Sousa.
Ao final da reunião ficou encaminhado que o SINDSMAR  encampará um abaixo assinado entre os servidores para pressionar o Presidente da Câmara Municipal com o intuito de convocar sessão especial para tratar do tema, inclusive os vereadores Marcondes Baltazar, Maria Zélia e Magdiel Olinto já enviaram ofício a mesa diretora da câmara para realizar a mesma.
A Prefeitura e a direção da MARIPREV tentou de última hora desarticular a reunião da quinta-feira comunicando através de carro de som e comunicado a imprensa de que não teria convocado os servidores para nenhuma reunião, mesmo assim os servidores se fizeram presentes.
Até o momento nem a Prefeitura e nem a MARIPREV se pronunciou oficialmente a respeito do assunto, seja através de nota ou de fala oficial dos responsáveis pela imprensa.
GEDC1804GEDC1808GEDC1815GEDC1797GEDC1802
Da Redação Do ExpressoPB
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

O momento em que testemunhas pedem pelo atendimento. Incidente aconteceu no Hospital Santo Expedito, perto do pronto-socorro

homem morre pedindo socorroEm São Paulo, um homem morreu depois que um hospital se recusou a atendê-lo. Testemunhas gravaram o pedido de socorro. No chão, o homem se contorce de dor e pede ajuda.
No vídeo (veja acima), ele está logo depois da cancela do estacionamento do Hospital Santo Expedito, a poucos metros do pronto-socorro.
Indignada, uma testemunha diz: “Eles falam que não podem socorrer. Tem que estar dentro e aí o cara morre”.
Testemunhas contam que Nelson França ficou deitado no chão pedindo socorro por cerca de uma hora. De acordo com eles, dentro da instituição médica um enfermeiro dizia que a equipe do hospital não podia fazer o atendimento do lado de fora e que as testemunhas também não poderiam carregá-lo para dentro.
Em outras imagens, aparecem dois funcionários do hospital. Uma testemunha pergunta: Por que não atenderam ele? Me explica? Por que não atenderam ele?
O rapaz vestido de verde seria o enfermeiro, que responde: “Foi chamada a viatura”. Uma mulher se revolta: “Tem que ajudar porque agora, olha a situação, você não deixou”. E o homem: “O que a lei fala?”
Segundo um dos bombeiros que atenderam o vigilante, quando a equipe chegou, Nelson estava inconsciente . Foi feita massagem cardíaca e os sinais vitais voltaram. Ele foi levado para um hospital municipal a 3 km, onde morreu.
O bombeiro informou, ainda, que oficialmente não foi o hospital que fez o chamado.
No mês passado, aconteceu um caso parecido no Rio. O fotógrafo Luiz Cláudio Marigo passou mal dentro de um ônibus.
O motorista parou em frente ao Instituto Nacional de Cardiologia, mas o segurança na recepção teria dito: “Nós não damos atendimento, liga para o Samu”.
13 minutos depois, paramédicos que saíam do hospital depois de levar um paciente, entraram no ônibus para atender o fotógrafo. Mas já era tarde.
O delegado responsável pelo caso decidiu indiciar por homicídio doloso, aquele com intenção de matar, dez funcionários do Instituto de Cardiologia.
Um advogado analisou as imagens e lembra que o código penal estabelece:
“Deixar de prestar assistência, quando possível fazê-lo sem risco pessoal, à criança abandonada ou extraviada, ou à pessoa inválida ou ferida, ao desamparo ou em grave e iminente perigo; ou não pedir, nesses casos, o socorro da autoridade pública e que qualquer pessoa, autoridade ou instituição tem obrigação de socorrer feridos”.
marcos soares
advogado criminalista  e mestre em direito penal
ao que tudo indica, configura omissão de socorro

G1.com
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments


Polícia Militar informou que a vítima já respondeu por roubo; fato ocorreu na 'ladeira' que faz divisa com o bairro Valentina de Figueiredo; criminosos não foram identificados
Imagem ilustrativa
Imagem Ilustrativa
Um homem de 39 anos sofreu uma tentativa de homicídio no bairro de Mangabeira, na Zona Sul de João Pessoa, na noite desta sexta-feira (18), às 19h. O fato ocorreu na Rua Francisco Porfírio Ribeiro, localizada na divisa com o bairro Valentina de Figueiredo.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo o aspirante Diedjon, do 5º Batalhão da Polícia Militar, uma dupla chegou de moto nas proximidades do “Bar da Galega”, onde encontrou a vítima e efetuou um disparo, que acertou a região peitoral.

“Eles não falaram nada e já chegaram atirando, vindo a fugir em seguida” disse o aspirante, que acrescentou que o homem ferido já tem passagem pela polícia por roubo, mas não sabe se esse histórico influenciou de alguma forma no atentado. Os ocupantes da motocicleta ainda não haviam sido identificados durante a apuração do caso.

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência foi solicitado e realizou a condução do baleado ao Hospital Ortotrauma de Mangabeira. A assessoria do ‘Trauminha’ informou que foi feita uma tomografia, que constatou que o tiro atingiu a parte superior do peito direito. Deve ser feito um procedimento cirúrgico para a retirada do projétil. O estado de saúde é considerado regular.

 Por Gustavo Medeiros/PortalCorreio
By Silvano Silva ✔ | | Posted in , | With 0 comments

Golpe na internet usa mensagem sobre Enem para enganar usuários
Mais um e-mail criado por golpistas circula na internet com o provável intuito de roubar dados das pessoas ou instalar programas maliciosos nos computadores. Os golpistas, desta vez, procuram, prioritariamente, enganar os inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
"Identificamos que ocorreu um erro na emissão do cartão de inscrição do candidato com o email@radiobras.gov.br cadastrado em nosso sistema, podendo resultar no cancelamento de sua inscrição em até 48 horas. Evite o bloqueio do seu cadastro pois o Enem é a única forma de ingresso para 2015 em faculdades públicas, requisições para PROUni, Fies e outros programas aos quais o Governo Federal oferece a população", consta no e-mail.
No caso em questão, algumas divergências podem causar estranhamento ao destinatário do e-mail, como o uso do endereço eletrônico da Radiobras, empresa extinta que deu lugar à Empresa Brasil de Comunicação (EBC) em 2007. Além disso, a assessoria do Ministério da Educação negou que tenha enviado a nota oficial nº 12838-2014, como consta na mensagem, e confirmou que trata-se de um e-mail falso.
Como em diversos e-mails, cujo objetivo é se apropriar de dados de terceiros, os golpistas pedem que as pessoas preencham um formulário com seus dados ou de parentes. O texto mostra isso claramente: "Preencha manualmente o recadastramento passo a passo e normalize já sua situação (repare que algum parente pode ter usado seu email para cadastro de informações). Segue abaixo o link para consulta e regularização do seu cadastro."
Golpes parecidos com esse são frequentes na internet, principalmente pela curiosidade que essas mensagens despertam nas pessoas. O ideal é ficar atento, instalar antivírus no computador e não abra e-mails considerados suspeitos. 

Agência Brasil
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Identidade cultural, preconceitos socioculturais e relações étnico-raciais são alguns dos temas que serão abordados

A Secretaria de Educação da Prefeitura de Campina Grande (Seduc) realizou nesta sexta-feira, 18 de julho, o II Encontro Pedagógico do Programa “Mais Educação”, para apresentar e discutir o Projeto “Diversidade cultural: conhecendo nosso povo, nossas histórias e nossas raízes”. O objetivo é elaborar propostas pedagógicas interdisciplinares para trabalhar temas como identidade cultural, preconceitos socioculturais e relações étnico-raciais, entre outros.

O encontro aconteceu no auditório do Centro de Tecnologia Educacional Professor Severino Loureiro (CTE), reunindo coordenadores do Programa. Em 2014, o “Mais Educação” está sendo executado em 84 escolas da rede municipal de ensino, o que representa um crescimento de 5,12% em relação ao ano anterior, quando 78 escolas aderiram ao Programa.

Os coordenadores receberam orientações sobre a elaboração de atividades, projetos didáticos e oficinas sobre diversidade cultural. O projeto pode ser desenvolvido nas diversas modalidades de ensino, desde a educação infantil, ensino fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA), podendo ser adaptado.

“O projeto oportuniza a comunidade escolar o conhecimento da pluralidade cultural, propiciando a compreensão de seu valor como ser humano pleno e digno”, avalia a diretora técnico-pedagógica da Seduc, Vera Lúcia Nóbrega.

O projeto trabalha com seis eixos temáticos: matrizes da formação cultural brasileira; heranças culturais dos povos africanos, europeus e indígenas; identidade cultural das regiões brasileiras; Campina Grande sua história e sua gente (relativa ao sesquicentenário); preconceitos socioculturais; e, por fim, relações étnico-raciais.

Os temas serão trabalhados nas escolas através de diversas formas de expressão cultural, como danças, músicas, culinária, festas populares, vestuário, artes plásticas, artes cênicas e poesia.

Durante o encontro, foram apresentadas propostas pedagógicas para trabalhar temáticas relativas à diversidade cultural de forma interdisplicinar, com atividades e conteúdos relacionados às disciplinas de língua portuguesa, inglês, matemática, ciências naturais, arte, história, geografia, filosofia e educação física.
Do WSCOM Onlinecom assessoria
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Escolas da rede estadual de ensino participarão da RoboCup 2014Alunos e professores das escolas da rede estadual de ensino da Paraíba terão a oportunidade de participar da Copa do Mundo de Robótica (Robocup 2014). Os alunos e professores visitarão o Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima e os estandes do evento e participarão do Workshop de Robótica Educacional. Todas as Gerências Regionais de Educação (GRE) enviarão participantes e relatos de experiências relacionados ao uso da robótica nas escolas. O evento também contará com a participação de secretários de Educação de vários municípios da Paraíba.

A abertura oficial do evento acontecerá no domingo (20), às 15h. A solenidade será exclusiva para convidados e equipes nacionais e estrangeiras que estão participando do torneio. O acesso ao público em geral será liberado a partir do domingo (20) até quinta-feira (25), sempre das 9h às 18h, quando acontecem as disputas.

A Secretaria de Estado da Educação (SEE) terá um estande no evento onde os alunos e professores poderão participar de oficinas, visualizar a montagem dos robôs que são enviados às escolas por meio dos kits de robótica e assistir ao relato de experiências de sucesso de professores e alunos de escolas da rede estadual de ensino no uso da robótica.

“Nosso estande terá 40 m2 e funcionará das 9h às 18h com três ambientes diferenciados onde os alunos e professores poderão participar de diversas atividades como as oficinas, que acontecerão às 10h e às 15h. Os alunos também poderão visualizar a montagem dos robôs e assistir às experiências de sucesso no uso da robótica nas escolas da Paraíba, que serão apresentadas por meio de palestras, ministradas por 15 professores da nossa rede”, contou Gustavo Amorim, coordenador de robótica educacional nas escolas da rede estadual.

A secretária de Estado da Educação, Márcia Lucena, proferirá a palestra “A robótica frente aos desafios educacionais: mudança de realidades”, no dia 22, às 9h. Em sua fala, a secretária abordará um caso de sucesso de uma escola de Sapé, que por meio da robótica conquistou seus alunos e diminuiu a evasão escolar.

Os alunos de escolas estaduais de outros municípios que visitarão a Robocup 2014 receberão almoço, que será servido na Escola Estadual Benedita Targino, localizada no bairro da Penha. “Teremos muitos alunos do Ensino Médio da nossa rede, por já estarem inseridos no mundo da robótica e eles estarão identificados por suas fardas”, explicou a chefe do Núcleo de Educação à Distância da SEE, Verônica Fragoso.

Workshop de Robótica Educacional –  Evento que acontece dentro da programação da RoboCup 2014, nos dias 22 e 23 de julho. O público-alvo são professores e alunos do ensino fundamental, médio e técnico. A programação do workshop está dividida em palestras, oficinas, mini-cursos e visitas. As inscrições para as atividades do Workshop de Robótica Educacional são gratuitas. Os certificados de participação serão enviados para os e-mails informados pelos participantes durante o cadastro. Os links para acessar o formulário de inscrição e a programação do workshop estão na página eletrônica do evento (http://www.robocup2014.org/?page_id=2986).

RoboCup 2014 – O principal campeonato internacional de futebol de robôs envolverá disputa em cinco categorias principais ou ligas (Soccer, Rescue, Home, Work e RoboCupJunior), incluindo nelas jogos e demonstrações. Oficinas, simpósios, exposições interativas e workshops também estão previstos na programação da RoboCup 2014.

O evento é um campeonato oficial do Ministério do Esporte, organizado pela Sociedade Brasileira de Computação, em conjunto com dezenas de universidades do país. A organização no Brasil conta ainda com mais de 400 professores voluntários.

O projeto também é organizado mundialmente pela RoboCup Federation, que para as competições de robótica é uma instituição equivalente à Fifa para o futebol. O evento acontece em um país diferente a cada ano. Quando há Copa do Mundo, o torneio é realizado, preferencialmente, na nação sede do mundial.



Secom
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Segundo o procurador regional eleitoral Rodolfo Alves Silva, esse novo momento de análise é referente às condições de elegibilidade e desincompatibilização
Procuradoria da República
Procuradoria da República
A Procuradoria Regional Eleitoral na Paraíba (PRE/PB) emitiu parecer em 254 processos de registro de candidatura, número contabilizado essa quinta-feira (17). Os novos trabalhos de análise nos 543 pedidos de registro de candidatura foram iniciados na última terça-feira, logo após a apresentação das 14 ações de impugnação de registro de candidatura, protocoladas perante o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB).

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Segundo o procurador regional eleitoral Rodolfo Alves Silva, esse novo momento de análise é referente às condições de elegibilidade e desincompatibilização. Portanto, as 14 ações de impugnação de registro de candidatura, apresentadas na segunda-feira, 14 de julho, dizem respeito apenas às situações de inelegibilidade.

A PRE/PB optou por usar a estratégia de analisar as situações de inelegibilidade, dentro dos cinco dias para impugnação, porque elas só podiam ser indicadas pelo Ministério Público dentro desse prazo. “Por isso, num primeiro momento, fizemos uma análise focada e, agora, continuamos a apreciação das condições de elegibilidade e desincompatibilização, dados meramente documentais, isto é, aspectos que podem ser verificados dentro dos processos de registro de candidatura, na condição de fiscal da lei do Ministério Público, não necessariamente dentro do prazo de cinco dias para impugnação”, explicou.

Os trabalhos de análise do Ministério Público serão concluídos antes que ocorra o julgamento dos processos de registro de candidatura pelo TRE-PB (prazo limite até o dia 5 de agosto, conforme o artigo 54, da Resolução do TSE nº 23.405/2014). Para alguns casos estão sendo emitidos pareceres por escrito e, nos outros, a opinião da PRE/PB será apresentada oralmente, durante a sessão do Pleno Eleitoral.

Opinião favorável

Foram emitidos 200 pareceres favoráveis ao prosseguimento das candidaturas. Nesses casos, não foi identificada nenhuma ausência de condição de elegibilidade ou incidência de causa de inelegibilidade, portanto não foi proposta ação de impugnação e, materialmente, a documentação que o candidato juntou já é suficiente para dizer que ele atendeu às condições de elegibilidade e não apresentou qualquer problema com desincompatibilização.

Prova da desincompatibilização

Em vários casos (41), o Ministério Público visualizou duas situações. A primeira, quando o candidato declarou que exerce um cargo ou função pública, mas não trouxe aos autos o comprovante de desincompatibilização. E a segunda, quando a PRE/PB constatou, após pesquisa, que o candidato ocupa ou ocupou algum cargo ou função, mas não declarou. Nos dois casos, o Ministério Público solicitou que o relator notifique o candidato a comprovar nos autos que se desincompatibilizou, pois o prazo para realizar o procedimento já encerrou.

Requerimentos individuais

Concomitantemente, a PRE/PB está analisando 35 requerimentos de registro individual de candidatos que pediram seu registro após o prazo de 5 de julho de 2014, uma vez que os partidos ou coligações não os incluíram no momento oportuno. O Edital nº 59/2014 do TRE/PB, com os nomes, foi disponibilizado em 14 de julho no Diário da Justiça Eletrônico, considerando-se publicado em 15 de julho. O prazo da PRE/PB para impugnação desses casos também é de cinco dias (iniciou em 16 de julho e finaliza no domingo, 20 de julho). Na próxima segunda-feira serão apresentados os dados referentes à análise dos requerimentos individuais. 
 
Portal Correio
By Silvano Silva ✔ | | Posted in , | With 0 comments


Tem início neste sábado (19), em João Pessoa, um dos maiores eventos competitivos na área de robótica do mundo. A Robocup 2014 acontecerá até o dia 25 no Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima. A estimativa é de um público de mais de quatro mil técnicos, engenheiros e especialistas de mais de 45 países.  O evento deverá injetar cerca de R$ 20 milhões na economia paraibana.  Ao todo, o evento deve  reunir cerca de 60 mil visitantes. Para o transporte até o local, as pessoas terão à disposição transportes de empresas de receptivos e serviços de táxis
A organização do evento informou que a escolha da Paraíba se deu graças ao apoio do Governo do Estado, que cedeu o centro de convenções para a realização da Copa. O Canadá também estava na disputa para sediar a RoboCup 2014.
A competição é sediada a cada ano em um país diferente, e quando acontece a Copa do Mundo a nação escolhida é a mesma do evento da FIFA. O Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima será ocupado por campos, arquibancadas e área de exposição com estandes. Durante seis dias robôs independentes e não operados por controles remotos vão disputar campeonatos de futebol divididos em times de universidades dos cinco continentes.
A secretária executiva de Ciência e Tecnologia do Estado, Francilene Procópio, destacou que o campeonato coloca a Paraíba no roteiro dos eventos de grande porte realizados no Brasil. “Trata-se do maior evento de robótica do mundo atualmente. Ele será realizado uma semana após a Copa do Mundo. A expectativa é que o evento lance nacional e internacionalmente o nosso Centro de Convenções, mostrando que João Pessoa está preparada para sediar grandes eventos”, ressaltou.
Francilene Procópio explicou ainda que a RoboCup 2014 estimula o estudo e pesquisa de robótica, pois reúne alunos e especialistas. “É uma olimpíada que reúne alunos de nível médio e fundamental, estudantes de engenharia e engenheiros formados. Haverá um conjunto de ligas para diferentes faixas etárias, com graus variados de dificuldades. São equipes de 45 países participando. Duas dessas equipes são paraibanas”, disse.
Disputas - Ao todo, haverá disputa em cinco categorias principais, ou ligas (Soccer, Rescue, @Home, Work e RoboCupJunior). Robôs, livres de controles remotos, disputarão o campeonato de futebol na liga Soccer, que por sua vez é dividida em outras cinco subcategorias – Simulation League; Small Size Robot League; Middle Size League – MSL; Standard Platform League; e Humanoid League. Na subcategoria Humanoid League, que é um dos destaques da RoboCup, os robôs simulam os movimentos do corpo humano e disputam partidas.
Educação – Além das disputas dentro das ligas, a área educacional também é outro aspecto evidenciado na programação, que conta ainda com oficinas de robótica direcionadas a professores da rede pública de ensino. Na ocasião, serão apresentados robôs que podem ser usados em sala de aula, de maneira lúdica, para ensinar e despertar os alunos para a ciência. No último dia do evento, um simpósio encerrará as atividades, com apresentações de trabalhos acadêmicos de pesquisa de ponta, além de uma palestra do cientista australiano Rodney Brooks, professor emérito do MIT e fundador da iRobot.
Rede hoteleira e turismo - A realização da Copa do Mundo de Robótica (RoboCup 2014) em João Pessoa deve elevar a ocupação dos leitos da rede hoteleira e movimentar vários segmentos turísticos como bares, restaurantes, transportes, além do comércio em geral.
O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis na Paraíba (ABIH-PB), José Inácio Júnior, prevê uma ocupação hoteleira em torno de 95%. Segundo o executivo, alguns hotéis, dos 42 associados da entidade, já estão com 100% de reservas feitas. “Por causa das férias escolares e com este evento prevemos uma ocupação um pouco mais alta. Isso é muito bom”, comemorou.
O gerente executivo do Convention Bureau de João Pessoa, Ferdinando Lucena, lembrou que a capital paraibana concorreu com a cidade de Fortaleza para sediar a Robocup 2014. Ele contou que os organizadores, após visitarem vários lugares no país, decidiram que as modernas instalações do Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima seriam as ideais para sediar o mega evento.
Para a presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTUR), Ruth Avelino, a RoboCup será um evento muito importante para todos os setores ligados ao turismo. Em sua avaliação, o evento internacional trará um legado positivo ao turismo, em especial pela quantidade de participantes estrangeiros em nosso Estado, colocando a Paraíba no cenário internacional de grandes eventos tecnológicos. A RoboCup 2014 é um campeonato oficial do Ministério do Esporte, organizado pela Sociedade Brasileira de Computação, em conjunto com dezenas de universidades do País.
Segurança - A Secretaria de Segurança e Defesa Social (Seds) organizou um plano de ação  para o evento. No local vai funcionar o Centro de Comando e Controle, que reunirá representantes das Policias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e órgãos da organização da Robocup.
A Polícia Civil contará com delegados, agentes e escrivães, que trabalharão em regime de Plantão. Além disso, a Delegacia de Atendimento ao Turista (Deatur) trabalhará no apoio ao evento, com agentes de investigação em todo o circuito, uma área que compreende do Centro de Convenções até a orla da capital.
O Grupo de Operações Especiais (GOE) ficará em alerta para ocorrências que demandem ações especializadas. As 10ª e 12ª Delegacias Distritais servirão de apoio para registro de flagrantes e boletins de ocorrências. Nos dias do evento, policiais civis descaracterizados estarão em toda área da Robocup, que deve reunir mais de 4 mil pessoas de vários países.
A Polícia Militar montou um esquema que envolve mais de 500 policiais e 11 unidades e subunidades operacionais da Região Metropolitana.  O reforço policial acontece  não só na área do evento, mas também nas áreas de interesse turístico, como praias urbanas da Capital, do Litoral Sul, aeroporto, centro histórico e calçadão da orla de João Pessoa. Esses locais serão cobertos por policiais que falam outros idiomas para atender melhor os turistas estrangeiros.
Nas imediações do Centro de Convenções, policiais da Companhia Especializada em Apoio ao Turista (Ceatur), do 5º Batalhão, do Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb) e da Ronda Ostensiva Tática com Apoio de Motocicletas (Rotam) vão reforçar a segurança com a realização de checkpoints e rondas. Haverá uma suplementação de policiais nesses locais, inclusive nos horários da caminhada no calçadão da orla.
Sobre o evento -  A primeira edição da RoboCup ocorreu em 1997, no Japão.  Tendo como foco principal das competições o jogo de futebol, a RoboCup surgiu com o objetivo de criar, até 2050, um time de robôs humanóides que possa vencer uma partida contra a seleção vencedora da Copa do Mundo de Futebol.
A RoboCup 2014 é um evento oficial do Ministério do Esporte, organizado pela Sociedade Brasileira de Computação, em conjunto com dezenas de universidades do país. A organização do torneio no Brasil, que não tem fins lucrativos e tem caráter sustentável, conta ainda com mais de 400 professores voluntários. O projeto também é organizado mundialmente pela RoboCup Federation.
Tendo como foco principal das competições o jogo de futebol, a RoboCup surgiu com o objetivo de criar, até 2050, um time de robôs humanóides que possa vencer uma partida contra a seleção vencedora da Copa do Mundo de Futebol.
Essa é a primeira vez que o Brasil vai sediar a maior e mais importante competição entre robôs do planeta, organizada pela Sociedade Brasileira de Computação, Unesp, FEI e Governo do Estado, por meio da Secretaria Executiva da Ciência e Tecnologia.

Com Paulo Cosme\Assessoria