ULTIMAS NOTÍCIAS
By Silvano Silva ✔ | quarta-feira, 16 de janeiro de 2019 | Posted in | With 0 comments
Marcello Casal Jr./Agência Brasil
A Receita Federal excluiu 5.567 empresas do Simples Nacional na Paraíba por falta de regularização de débitos. A exclusão vale desde o início do ano. Ao todo, as empresas possuem um débito superior a R$ 121 milhões.
Em setembro de 2018, em todo Brasil foram notificadas 732.664 empresas optantes pelo Simples Nacional que possuíam débitos previdenciários e não previdenciários com a Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) e com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN).
A empresa excluída pode solicitar nova opção no Portal do Simples Nacional até 31 de janeiro de 2019, desde que regularize seus débitos antes desse prazo. A regularização pode ser efetuada com pagamento à vista ou por meio de parcelamento. As instruções referentes ao parcelamento estão disponíveis no menu Simples – Serviços do Portal do Simples Nacional.
MaisPB
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments
A prefeita de Conde, Márcia Lucena, anunciou, na manhã desta terça-feira (16), a realização de concurso para preencher vagas existentes na Secretaria de Educação, Esporte e Cultura e na Guarda Civil Municipal. Durante reunião com os vereadores que integram a base de sustentação na Câmara Municipal, a prefeita comunicou que a meta de realização indica a finalização do edital para o mês de fevereiro.
“Em fevereiro, a gente deve estar com o edital pronto. Se tudo ocorrer conforme o calendário programado pela Secretaria de Administração, em abril lançaremos o concurso após a finalização dos estudos de viabilidade econômica e financeira e comprovarmos que poderemos contratar as pessoas aprovadas sem risco de comprometer nossa programação de pagamentos de todos os compromissos da Gestão”, afirmou a prefeita.
Sobre o número de vagas a prefeita comentou que “até agora, a Secretaria de Educação identificou a necessidade de 52 contratações, e na Guarda Municipal foram  20, então teremos, no mínimo, 72 novas contratações pela Prefeitura”.
A prefeita disse também que “não será fácil viabilizarmos a expansão da equipe por causa da crise que continua, todo dia nos chegam notícias sobre verbas contingenciadas, programas do Governo Federal que não vão acontecer, sobre contenção de gastos em todos os níveis, mas temos a responsabilidade de fortalecer este ano tanto o trabalho positivo, reconhecido pela população,  que a Educação vem realizando como a Guarda Municipal”.
MaisPB
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments


A presidente da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc), Nézia Gomes, lançou, nesta terça-feira (15), o edital da Mostra Estadual de Teatro, Dança e Circo. O evento acontecerá de 22 a 30 de março deste ano e prestará homenagens a Luizinho de Pombal, Guilherme Schulze e Montagem Circos (pela contribuição à cultura paraibana e pela dedicação intensa às artes). Após um café da manhã no foyer do secular Theatro Santa Roza, o projeto da mostra foi apresentado no teatro.
Em seguida, ainda no teatro, foi aberto um espaço para perguntas da plateia, com os questionamentos sendo respondidos pela presidenta e também pelos coordenadores das áreas de Teatro, Dança e Circo. “Eu desejo que esse edital possa ganhar o Estado inteiro, com grupos não só da Grande João Pessoa, mas de todas as regiões da Paraíba. Que seja reflexo também para o ano inteiro, nesse processo de interiorização das ações da Funesc”, afirmou Nézia Gomes, que comemora a retomada do projeto depois de um intervalo de seis anos.
O prazo de inscrições, que teve início nesta terça-feira, se estende até 15 de fevereiro, exclusivamente pelo site da Funesc. Os interessados devem acessar www.funesc.pb.gov.br para fazer download do edital e formulários de inscrição. A curadoria será realizada de 16 a 20 de fevereiro. A publicação do resultado dos selecionados está prevista para o dia 21 de fevereiro, de acordo com o edital. O prazo de entrega dos documentos [de grupos que forem selecionados] termina dia 28 de fevereiro. Para a edição deste ano, serão selecionados 25 espetáculos que serão encenados no Theatro Santa Roza. A mostra não tem caráter competitivo.
Os selecionados receberão cachê de R$ 2 mil. Grupos que não sejam de João Pessoa, Bayeux, Santa Rita e Cabedelo terão garantidos hospedagem e alimentação. A bilheteria dos espetáculos selecionados cobrará ingressos a custo de R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia). O apurado será revertido integralmente para os grupos.
Ela também falou que a mostra não terá caráter competitivo e isso reforça a necessidade de que a curadoria de espetáculos atente para a necessidade de tornar a mostra plural e voltada para a otimização do fazer artístico regional. Fundamental, de acordo com Nézia, que a mostra esteja a serviço dos avanços das artes cênicas na Paraíba, através das apresentações e, também, das oficinas e intercâmbios.
Mostra Sertão - Ao ser questionada sobre a intenção de realizar evento semelhante em outras cidades, a presidente acenou com a possibilidade de se montar a Mostra Sertão, que deve acontecer na cidade de Cajazeiras. Esse evento ainda está em processo de formatação, por meio de reuniões regulares das coordenações de teatro, dança e circo. Embora ainda não haja data definida, a Mostra Sertão deverá ocorrer no segundo semestre deste ano, nos mesmos moldes da 18ª Mostra Estadual de Teatro, Dança e Circo.
18ª Mostra Estadual de Teatro, Dança e Circo
Edital e ficha de inscrição: http://funesc.pb.gov.br/
Cronograma
Inscrições: 15 de janeiro a 15 de fevereiro
Curadoria: 16 a 20 de fevereiro
Lista dos selecionados: 21 de fevereiro
Mostra: 22 a 30 de março

Secom-PB
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments


Aquecimento dos oceanos bateu recorde em 2018, dizem cientistasPesquisadores chineses e dos EUA constataram que a temperatura dos oceanos em 2018 foi a mais quente já registrada nos últimos 60 anos. O estudo, com base nos dados mais recentes do Instituto de Física Atmosférica, na China, foi publicado nesta quarta (16) na revista científica 'Advances in Atmospheric Sciences'.
A conclusão está de acordo com a tendência de aquecimento dos oceanos registrada nos últimos cinco anos — que já eram os cinco mais quentes desde os anos 50, dizem os cientistas. O aumento na temperatura oceânica acontece desde então e se acelerou a partir da década de 90.
“A tendência de longo prazo de aquecimento do oceano é uma grande preocupação tanto para a comunidade científica quanto para o público em geral. As temperaturas mais altas causam a expansão térmica da água e um aumento do nível do mar — o que expõe a água doce costeira à intrusão de água salgada e torna comunidades mais suscetíveis ao aparecimento de tempestades”, dizem os pesquisadores no estudo.
Além do Instituto de Física Atmosférica, ligado à Academia de Ciências chinesa, a pesquisa envolveu especialistas do Ministério de Recursos Naturais e da Universidade Hohai, também na China, e do Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica e da Universidade St. Thomas, nos Estados Unidos.
O aquecimento visto nos oceanos em 2018 resultou em um aumento médio de 1,4mm no nível do mar ao redor do globo em comparação à média de nível registrada em 2017. Os padrões associados ao nível do mar atual devem continuar no futuro, segundo a pesquisa.
O aumento de calor no oceano também aumenta as temperaturas e a umidade do ar — o que, por sua vez, intensifica as tempestades e as chuvas fortes. Em 2018, o mundo passou por várias tempestades tropicais, como os furacões Florence e Michael e os tufões JebiMariaMangkhut Trami.
“O aquecimento global é consequência do aprisionamento de gases de efeito estufa — que mantêm a radiação do calor dentro do sistema terrestre. Devido à longevidade do dióxido de carbono e outros gases desse tipo, mitigar as mudanças e os riscos de consequências socioeconômicas causadas pelo aquecimento global e dos oceanos depende de adotar medidas para reduzir imediatamente as emissões de gases estufa”, concluem os pesquisadores.
G1
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments
O comandante-geral da Polícia Militar, Coronel Euller Chaves, teme que o decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, flexibilizando a posse de armas, provoque um aumento no número de crimes.
“Temos que ver que pode haver um incremento, que pode haver um aumento nos crimes, nas soluções caseiras. Onde se resolvia algo com um grito ou com agressão física poderá ter na solução o pegar de uma arma de fogo que está sob a posse de alguém. São leituras pontuais que precisam ser feitas pelas autoridades e observadas as estatísticas”, disse coronel Euller em entrevista nesta terça-feira à 98 FM/Correio Sat.
Ele teme também que a população não se restrinja apenas a posse, mas que transforme a posse em porte. “A posse é o direito de ter em residência ou no comércio. Será que, culturalmente, isso pode se transformar de posse para porte? As pessoas começarão a utilizar isso em seus veículos?”, questionou.
O comandante geral da PM defendeu lei mais rigorosas para punir portadores ilegais de armas, destacando que 80% dos homicídios no país são com armas de fogo por portadores ilegais.
Do ParlamentoPB
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments


Os cordelistas Sander Brown (foto) e Fábio Mozart anunciam o lançamento do folheto “O dia em que Jackson do Pandeiro ‘matou dois soldados, quatro cabo e um sargento’”, glosando na linguagem da literatura de cordel as músicas mais famosas gravadas pelo “rei do ritmo”.

“Convidei a comadre Sebastiana  pra dançar e xaxar na Paraíba”. Com esse mote, verso de famosa música de Jackson, os dois cordelistas desenvolvem paródias envolvendo várias canções, utilizando ironia e deboche. “Ele só aprendeu a ler depois dos 30 anos, mas ensinou o be-a-bá da música nordestina urbana a várias gerações, e seu aprendizado primeiro foi através dos folhetos de feira”, informa Sander Brown.

Cantor, instrumentista e compositor, José Gomes Filho, conhecido como Jackson do Pandeiro, nasceu em Alagoa Grande, Paraíba, no dia 31 de agosto de 1919, filho do oleiro José Gomes e da cantora de coco pernambucana Flora Mourão (Glória Maria da Conceição).

Fábio Mozart é autor de diversos folhetos, livros de crônica e poesia, além de assinar textos teatrais e letras de música. Sander Brown é autor do livro “Cangote Envenenado” (editora Penalux), músico, produtor cultural e diretor dos programas Poesia Andante e Vinheta Literária.


Com o Tribunadovaleonline.blogspot.com
By Silvano Silva ✔ | quinta-feira, 10 de janeiro de 2019 | Posted in | With 0 comments


Foto: Divulgação/Polícia Militar da Paraíba

Um homem foi preso suspeito de manter a esposa e os dois filhos em cárcere dentro da casa da família, na cidade de Caaporã, Litoral Sul paraibano. De acordo com a Polícia Militar (PM), a prisão ocorreu após a fuga da mulher, que denunciou o crime.
Ainda segundo a polícia, após uma intensa negociação e horas de tensão, o homem liberou as crianças e se entregou. Dentro da residência foi encontrada uma espingarda calibre 28, seis munições intactas e três munições deflagradas.
O homem foi apresentado na delegacia de plantão no município de Alhandra, na mesma região, juntamente com o material apreendido e as vítimas, para a autuação.
paraiba.com.br

By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments
O verão 2019 em João Pessoa está prestes a ser contagiado por toda a energia de Bell Marques. Voltando a cidade em bloco do rua após 15 anos de espera, o cantor baiano irá animar o pré-carnaval com o Bloco Vumbora, que acontece no dia 22 de fevereiro, em uma realização da MULT Promoções e Colônia Produções, com o apoio da Prefeitura Municipal de João Pessoa, Governo do Estado da Paraíba, Lovina e patrocínio da Rede Nord Hotéis.
Em João Pessoa, o “Vumbora” tera concentração a partir das 18h no Posto 99, em Miramar, e sairá às 21h seguindo até o Busto de Tamandaré, em um trajeto de 2.5 Km de muita alegria e festa. A organização espera 4.500 pessoas e, para isso, o folião terá à disposição carro de apoio sonorizado, serviços de bar volante e banheiros e equipe de segurança, ambulâncias com equipe médica podendo aproveitar a experiência com comodidade. Será o primeiro bloco de João Pessoa onde haverá monitoramento ao vivo integrado com a segurança do Bloco. 
Querido por seu carisma e presença de palco marcante, Bell é símbolo do axé nacional e em menos de um ano de carreira solo, vendeu mais de 300 mil cópias de seu primeiro álbum, "Vumbora?!”, que nomeia o bloco e traz músicas como “Louco Amor” e “Dengo Meu”.  Em em 2019, Bell comemora 40 anos de trio elétrico, imprimindo uma marca na maior festa de rua do planeta, à frente de blocos como o Camaleão e o Vumbora. 
Sua trajetória na banda “Chiclete com Banana”, que o consagrou no cenário musical, também é relembrada com a apresentação de sucessos como 'Selva Branca', 'Cabelo Raspadinho' e 'Chicleteiro Eu, Chicleteira Ela', que leva as multidões ao redor do País a cantarem junto. Para o bloco em João Pessoa, Bell Marques promete um repertório eclético, mixando novos sucessos e apostas, como B de Bell (Bell Marques/Nando Fraga/Pipo Marques/Rafa Marques/Luis Guitarra) e Te Amo.Com (Samir/ Gigi/ Magno Sant’Anna). Recém-lançadas, as novidades se juntam a clássicos de sua carreira, que compõem a setlist do recém-lançado “DVD Bell Marques - Só As Antigas”, gravado em Salvador.

Para aqueles que desejam garantir a noite de folia, os abadás já estão à venda no Stand Lovina, localizado no Mag Shopping, e também no site www.ingressonacional.com, seguindo os valores: Abadá Inteiro - R$ 360,00 (à vista), Abadá Meia - R$ 180,00 (à vista) - estudante, professor e idoso, Abadá Amigo Vumbora - R$ 190,00 (à vista). Parcelamentos em até 12x no cartão. Vendas em todas as lojas APP Shop, Academia Korpus João Pessoa e Campina Grande. 

Para outras informações, o telefone é: (83) 99961-0607. No Instagram, o perfil é @vumborajp
Assessoria
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments


O ‘Macacos Me Mordam – Ao Vivo!’, desta sexta-feira (11), terá o cantor e compositor Antônio Araújo (ex-vocalista da banda Diplomatas). A partir das 16h, ele vai participar de uma conversa sobre a cena cultural paraibana e também sobre sua trajetória profissional. O papo é conduzido por Pedro Osmar.
O projeto acontece no Centro de Documentação e Pesquisa Musical José Siqueira (com capacidade para 30 lugares). A entrada é gratuita. Conforme Pedro Osmar, o ‘Macacos Me Mordam – Ao Vivo!’ é um espaço para o debate a respeito da contemporânea produção artística da Paraíba.
Antônio Carlos Araújo nasceu na cidade de Sousa, no Sertão da Paraíba, em 12 de setembro de 1952. Veio para João Pessoa, em 1967, morar no Bairro de Tambiá, onde conheceu o músico paraibano Carmelo Guedes, que tocava bateria e viria a ser no futuro o primeiro baterista da banda Os Diplomatas.
Foi através de Carmelo que veio a conhecer David Trindade e a ideia de criar um conjunto de Jovem Guarda tomou forma rapidamente quando conheceram os irmãos Eduardo e Luciano Coitinho, em junho de 1968. Daí em diante foi um pulo para a criação da conceituada banda de baile, Os Diplomatas.
Em março de 1969, saiu do Grupo Os Diplomatas e foi cantar no recém-formado Os Gens. Não demorou muito e recebeu proposta para cantar no Gemini 6 onde ficou até janeiro de 1970. Em 1973, retornou à cena artística a convite do empresário José Dias e foi cantar no Jet Stone, onde ficou de 1973 a 1974.
Em 1976 voltou a cantar novamente desta vez no Conjunto de Sampaio, de 1976 até 1982. Pertenceu ao cast de cantores da TV Jornal (canal 2 Recife), de 1975 a 1976.
O Programa de estreia do projeto Macacos Me Mordam foi no dia 16 de junho do ano passado, no Centro de Documentação e Pesquisa Musical José Siqueira (com capacidade para 30 lugares). Já passaram pelo projeto os seguintes nomes: Milton Dornellas, Escurinho, José Enoch, Jessé Jel, Dida Fialho, Paulo Ró, Piedade Farias, Nézia Gomes, Arthur Pessoa, Archidy Picado Filho, Jãmarrí Nogueira, Walter Galvão e Roberto Cartaxo.

Secom-PB
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments


O sexteto “afrolatinoparaibano” Caburé inicia 2019 abanando a brasa desse verão e lança, nesta quinta-feira (dia 10), o single “Capitu”, parceria entre Rudá Barreto (guitarrista e compositor da Caburé) e Guga Limeira (vocalista e compositor da Banda Fôrra).
 O single será lançado às 18h em todas as principais plataformas de streaming (Spotfy, Youtube, Deezer, Itunes, Google Music), acompanhada de “Live” nas redes sociais da banda, às 20h.
“Capitu é uma espécie de abre alas conceitual daquilo que desdobrará no primeiro álbum da banda, em parceria com estúdios e produtores da cidade, como Jader Finamore e Renato Oliveira, do Gota Sonora, que assinam respectivamente a produção e finalização do single”, comenta Titá Moura, vocalista e compositor da trupe.
“Gosto de dizer que Capitu é uma seresta africana, um zook com lirismo sensual e andamento alterado que desapressa o ritmo pra gente se demorar no molejo”, complementa Titá.
A blitz da Caburé na semana fecha com show de lançamento junto com o explosivo Totonho e os Cabra, em circulação com o seu recém-lançado “Samba Luzia Gorda”. A festa acontece sábado (dia 12), na General Store, centro da capital, às 17h.
Assessoria
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments
oto:AntonioCruz/AgênciaBrasil
O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, anunciou hoje (10) o rompimento das relações diplomáticas com a Venezuela. A decisão foi anunciada logo após a posse do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, que cumprirá o segundo mandato.
"O governo da República do Paraguai, no exercício de seus poderes constitucionais e de soberania nacional, adota hoje a decisão de romper relações diplomáticas com a República Bolivariana da Venezuela”, disse Mario Abdo, informando que determinou o fechamento da representação diplomática paraguaia no país. “Organizei o fechamento de nossa embaixada e a retirada imediata de pessoal diplomático do Paraguai acreditado naquele país."
O presidente paraguaio ressaltou que a decisão é baseada no não reconhecimento do novo mandato de Maduro, que considera "resultado de um processo eleitoral ilegítimo".

Democracia

Para Mario Abdo, os líderes políticos devem adotar medidas que protejam a população venezuelana e a democracia: "a causa da liberdade, da democracia, a causa da Venezuela é uma causa justa". "Que Deus proteja a Venezuela e abençoe o Paraguai", concluiu o presidente paraguaio.
Mario Abdo esclareceu que esta decisão não implica falta do Paraguai a seu compromisso com a Venezuela em dívida pela empresa petrolífera estatal Petropar com a PDVSA da Venezuela, de acordo com o Acordo de Caracas em 2004. "Essa dívida, que está agora no processo de litígio, será homenageada pelo Estado paraguaio em forma e tempo, e esse dinheiro servirá para a reconstrução da democracia na Venezuela ", disse Abdo.
Agencia Brasil
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments
O governador João Azevedo (PSB) deflagrou contatos e audiências com deputados da base governista. Em pauta, a eleição da nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa.
Ontem, pelo menos três parlamentares foram chamados à Granja Santana para tratar do tema. Wilson Filho (PTB), Doda de Tião (PTB) e Ricardo Barbosa ouviram recomendações do socialista.
Dois encaminhamentos principais foram repassados: João não aceita reeleição de nenhum dos candidatos e só conversa sobre indicação e distribuição de cargos depois da eleição da Assembleia.
Aos deputados, Azevedo fez uma constatação: pelo menos oito aliados pleiteam a cabeça de chapa do segundo biênio, onde tem dificuldades de conciliação dos nomes. O primeiro biênio não se discute mais: Adriano Galdino (PSB) consolidou sua pretensão.
MaisPB