ULTIMAS NOTÍCIAS
INSS injeta R$ 500 mi a cada mês na Paraíba
sábado, 12 de julho de 2014 Posted by Silvano Silva ✔

Valores são quase o dobro da folha mensal de servidores do Estado.

Rizemberg Felipe
Números mostram peso do pagamento dos aposentados do INSS e o que ainda representa para a economia local
A folha do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) injeta mensalmente quase R$ 500 milhões na Paraíba (R$ 494,573 milhões), em um total de 680,154 mil benefícios. Os recursos são quase o dobro do pagamento mensal da folha de servidores do Estado, o que mostra peso ainda na economia dos municípios. O montante do INSS tem crescido a cada ano porque o reajuste dos beneficiários é feito acima da inflação.
A maioria recebe até um mínimo. Cerca de 90% dos segurados (598 mil) na Paraíba recebem até um salário mínimo de benefício.
Os dados são do Boletim Estatístico da Previdência Social, publicado mensalmente pela Secretaria de Políticas de Previdência Social do Ministério da Previdência Social, referente ao mês de maio.
O estudo do Boletim mostra que o perfil de concessões salariais se manteve em abril: dos 7.926 benefícios liberados na Paraíba em abril, 41 vieram para pessoas que recebem até um salário mínimo, 6.139 ganharam valor igual a um salário mínimo, 1.713 tiveram de um a cinco salários mínimos e 33 paraibanos tiveram benefício de cinco a dez mínimos.
Em abril, o número de benefícios requeridos (11.268) apresentou queda de 8,47% comparado a março, e desses, 4.130 foram indeferidos, ficando estável com relação ao mês anterior (0,98%).
A maior parte do que foi concedida (2.604) foi pelo fator de incapacidade.
ZONA RURAL LIDERA
A Paraíba, com 52,77%, tem a 4ª maior taxa de benefícios rurais do Nordeste. Maranhão (66,58%), Piauí (65,92%) e Ceará (54,46%) lideram.
Segundo o Boletim, do total da folha liberada para o Estado, apenas 10% dos beneficiários recebem de um a cinco salários mínimos, enquanto 90% recebem até 1 salário mínimo. Do total dos benefícios, 321.263 são urbanos (47,23%) e outros 358.891 rurais (52,77%).
A Paraíba fica na quarta colocação nacional no ranking dos Estados com relação ao tempo médio para liberar a concessão, apresentando 17 dias, ficando atrás apenas de Roraima (9), Rio Grande do Norte (13) e Acre (14). Em abril, 8.637 benefícios foram encerrados em um total de R$ 7,324 milhões de recursos.
1ª PARCELA DO 13º SERÁ EM AGOSTO 
O INSS deverá pagar em agosto a primeira parcela  do 13º salário para aposentados e pensionistas. A informação é do secretário de políticas de Previdência Social, Benedito Adalberto Brunca, que adiantou que o Ministério da Previdência Social aguarda apenas a definição do decreto da Casa Civil para oficializar a antecipação do pagamento.
Os depósitos deverão começar no dia 25 de agosto para os aposentados e pensionistas que ganham até um salário mínimo, de R$ 724 neste ano. “Estamos esperando a definição do decreto. A expectativa é que seja feito”, disse Brunca.
O calendário para quem ganha mais do que um salário mínimo começa em 1º de setembro e termina no dia 5. As datas variam de acordo como número final do cartão de benefício do segurado.
A primeira parcela do 13º salário vem sendo antecipada nos últimos anos, mas os aposentados não têm garantias de que isso será feito, justamente por depender desse decreto que precisa ser assinado pela presidente Dilma Rousseff.
O benefício depositado a partir de 25 de agosto corresponde a 50% do valor. O desconto do Imposto de Renda (IR), para quem tiver, só será feito no pagamento da outra parcela do abono de Natal, que sai em dezembro.
Nem todos têm esse desconto, no entanto. Os aposentados com mais 65 anos têm uma isenção a mais e pagam menos IR.

 Alexsandra Tavares/JPB

Silvano Silva ✔

Obrigado pela visita!

Nenhum comentário:

Comente esta notícia!