ULTIMAS NOTÍCIAS
Estudante de 71 anos da Universidade Aberta à Maturidade obtém 511 pontos no Enem
domingo, 31 de janeiro de 2016 Posted by Silvano Silva ✔


Estudante de 71 anos da Universidade Aberta à Maturidade obtém 511 pontos no Enem

 Aos 71 anos, a dona de casa Maria Odete Ribeiro Sodré, moradora do bairro São José em Campina Grande, encontrou na Universidade Aberta à Maturidade (UAMA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), o estímulo e o incentivo que precisava para voltar a estudar e recomeçar sua vida traçando novos sonhos e projetos.

As aulas da UAMA levaram Maria Odete a sonhar a um reencontro com a sala de aula, 50 anos depois de ter parado de estudar. Nesse período, ela se dedicou a criação dos dois filhos, hoje formados em Medicina. No ano passado, Maria Odete fez as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e teve uma pontuação bem acima do esperado. Ela conquistou exatos 511 pontos na prova, o que tornou possível refazer o desejo de se tornar professora.

Com a pontuação, ela se inscreveu no Curso de Letras em Português e Francês da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Como segunda opção, ela colocou o curso de Geografia, na mesma instituição. Para surpresa de Maria Odete e de seus colegas e professores da UAMA, a estudante ficou na lista de espera do curso de Geografia e pode ainda, este ano, se tornar universitária.

Mãe de dois médicos, Maria Odete disse que os ensinamentos da Universidade Aberta a Maturidade mostraram que nunca é tarde para ser feliz e reconstruir sonhos e projetos. Ainda surpresa com o desempenho que obteve no Exame, ela disse que a pontuação na prova do Enem ficou além de sua expectativa e revelou que seu maior medo foi zerar a prova.

Odete conta que graças ao projeto da UEPB ressurgiu nela a confiança de que era possível o sucesso. “Para mim foi uma surpresa. Essa pontuação foi uma vitória. Eu não esperava esse desempenho e o meu medo era zerar a prova, pois eu estava há 50 anos sem estudar. Mas tudo foi além da minha expectativa e sei que tudo o que eu vivi na UAMA foi fundamental para esse bom desempenho”, destacou.

Ela conta que não fez nenhum cursinho para prestar o Enem e dedicou apenas dois meses de estudos em casa para revisar algumas matérias com as quais ela teve o último contato 50 anos atrás, principalmente os conteúdos de Química e Física. Maria Odete pretende entrar na Universidade para investir seu tempo na busca de novos conhecimentos e não descarta a possibilidade de se tornar professora.

“Com a graça de Deus ainda tenho muita estrada pela frente a percorrer. Sempre existe algo para ser conquistado”, frisou. Tímida, a possível futura universitária compartilhou sua vitória com as colegas e os professores da UAMA e garantiu que a UEPB tem sido muito importante em sua vida. Maria Odete Ribeiro Sodré concluiu o curso da UAMA no ano passado e atualmente faz parte do Grupo de Convivência.

Coordenador da UAMA, o professor Manoel Freire disse que a vitória de Maria Odete é motivo de alegria não apenas para a Universidade Aberta à Maturidade, mas para a UEPB como um todo. Ele não escondeu a sua alegria pelo desempenho da estudante nas provas do Enem e disse que a pontuação de Maria Odete pode estimular outros idosos a trilharem o mesmo caminho.
Com o Pbagora

Silvano Silva ✔

Obrigado pela visita!

Nenhum comentário:

Comente esta notícia!