ULTIMAS NOTÍCIAS
Manifestantes fazem ato em frente à casa de Bolsonaro
domingo, 24 de abril de 2016 Posted by Silvano Silva ✔


O grupo Levante Popular da Juventude realizou um protesto neste domingo, em frente à casa do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC - RJ), na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Com uma faixa com a frase: Bolsonaro golpista, cerca de 50 manifestantes gritavam palavras de ordem contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff e contra apologia à ditadura militar. Ao proferir o voto a favor do impeachment no último domingo, Bolsonaro evocou a memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, que chefiou o órgão de repressão da ditadura militar Doi-Codi de São Paulo de 1971 a 1974.
- O Bolsonaro representa tudo que vai contra a juventude pobre, negra e LGBT. De forma irresponsável, ele votou a favor do impeachment e elogiou um coronel responsável pela tortura e morte de várias pessoas durante a ditadura. Não podemos deixar isso passar. É por isso que viemos protestar - explica Breno Rodrigues, do Levante Popular da Juventude, um dos organizadores da manifestação.
O protesto aconteceu na orla da praia da Barra da tijuca, onde mora o deputado e durou cerca de meia-hora. Durante esse tempo, os moradores do condomínio onde mora o deputado ficaram impedidos de entrar e sair do prédio.
Os manifestantes cantavam: “Bom dia Bolsomonstro, como vai? Bom dia Bolsomonstro, como vai? Não aceito retrocesso, muito menos seu facismo. Bom dia Bolsomonstro, como vai?”
Manifestantes fazem intervenção teatral para criticar Bolsonaro - Divulgação
Os manifestantes também fizeram uma intervenção em que encenaram o deputado vestido de Hitler com os seus "bolsominions", em referência aos personagens da animação infantil "Meu Malvado Favorito", que repetiam o que o Hitler falava (fora PT, fora Dilma e viva a ditadura).
- A ideia é fazer uma crítica às ações irrresponsáveis e às ideias facistas do deputado e mostrar que muitas vezes as pessoas repetem os outros sem pensar no que estão falando, como os bolsominions dessa intervenção teatral - conta.
Em seu perfil no Facebook, o deputado escreveu:
Na quinta-feira, o mesmo grupo fez um rápido protesto em frente da casa do vice-presidente Michel Temer, no Alto de Pinheiros, em São Paulo. O ato, conhecido como escracho, durou cerca de 30 minutos. Os jovens pintaram com tinta branca no asfalto a frase "QG do Golpe" e estenderam uma faixa com a inscrição “Temer Golpista”.
O Ministério Público Federal vai analisar os mais de 17 mil questionamentos recebidos contra a conduta do deputadodurante a votação do impeachment na Câmara dos Deputados. Todas as reclamações, segundo o MPF, serão tratadas no procedimento, que está a cargo do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já que o mandato de deputado federal confere a Bolsonaro foro privilegiado.
A Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro (OAB-RJ) informou também na semana passada que vai pedir ao Supremo Tribunal Federal a cassação do mandato de Bolsonaro (PSC-RJ). Um grupo de juristas da entidade trabalha na elaboração da peça jurídica, que deve ser encaminhada à alta corte esta semana. Ao GLOBO, o presidente da OAB-RJ, Felipe Santa Cruz, acrescentou que o órgão também acionará a Corte Interamericana de Direitos Humanos, na Costa Rica.
Cerca de cem manifestantes participaram do protesto contra o deputado Jair Bolsonaro - Divulgação
O Globo 

Silvano Silva ✔

Obrigado pela visita!

Nenhum comentário:

Comente esta notícia!