ULTIMAS NOTÍCIAS
França oferece ao Brasil informações sobre terrorismo para as Olimpíadas
segunda-feira, 23 de novembro de 2015 Posted by Silvano Silva ✔

Em visita ao Brasil, o ministro dos Negócios Estrangeiros e do Desenvolvimento Internacional da França, Laurent Fabius, disse neste domingo (22) que ofereceu à presidente Dilma Rousseff a troca de informações sobre terrorismo para a realização das Olimpíadas no Rio de Janeiro em 2016. Segundo o ministro das Relações Exteriores,Mauro Vieira, a oferta foi aceita.
O ministro francês se reuniu na manhã deste domingo com Dilma no Palácio da Alvorada para tratar dos preparativos para a 21ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP-21), que acontece entre 30 de novembro a 11 de dezembro em Paris.
Estamos à disposição para transmitir o resultado do que estamos fazendo e também para colocar à disposição todos os serviços de inteligência para que possamos reduzir esses riscos ao máximo e que possamos informar uns aos outros sobre os terroristas"
Laurent Fabius,
ministro dos Negócios Estrangeiros
No encontro, também se tratou dos ataques terroristas na França, reivindicados pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI) e que deixaram 130 mortos e mais de 350 feridos.
"Eu disse que estamos à disposição para transmitir o resultado do que estamos fazendo e também para colocar à disposição todos os serviços de inteligência para que possamos reduzir esses riscos ao máximo e que possamos informar uns aos outros sobre os terroristas. Temos que nos preocupar de forma séria. E estou convencido de que o necessário será feito", disse Laurent Fabius, em entrevista à imprensa no Palácio do Itamaraty após o encontro.
Mauro Vieira confirmou que a questão da segurança foi abordada com a presidente Dilma Rousseff e disse que a ajuda será muito bem-vinda.

"O ministro ofereceu uma possibilidade de troca de informações e experiências do governo francês sobre o caso. E, para o Brasil, é muito bem-vindo porque o governo francês já teve a experiência de organização da Copa do Mundo e Olimpíadas de Inverno. Então, a colaboração é sempre muito bem-vinda", disse Vieira.

Ao falar sobre a COP-21, que deverá começar daqui a uma semana em Paris, Laurent Fabius disse que segurança dos chefes de estado e das delegações está assegurada com o reforço de forças civis e militares.

O chanceler francês defendeu que as ações de combate ao terrorismo sejam feitas de “forma dura” e sinalizou que o Reino Unido poderá ter participação nas operações em campo.
“Tivemos a oportunidade de conversar com [o primeiro-ministro britânico David] Cameron para que tivéssemos como aumentar o envolvimento da Grã-Bretanha nessas operações em campo”, disse Fabius.

Segundo o ministro francês, Cameron será recebido amanhã na França para tratar disso e, nos próximos dias, o governo francês também irá conversar com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e com o presidente russo, Vladimir Putin.

G1 

Silvano Silva ✔

Obrigado pela visita!

Nenhum comentário:

Comente esta notícia!