ULTIMAS NOTÍCIAS
Vené constrói o maior tempo de rádio e TV e especialista em comunicação aponta a importância do guia eleitoral
sábado, 3 de maio de 2014 Posted by Silvano Silva ✔




vene rádioNo Brasil historicamente, a campanha eleitoral começa oficialmente com a propaganda gratuita do rádio e da TV, no horário gratuito concedido pela Justiça Eleitoral.
De acordo com o renomado professor da Universidade Federal da Bahia,  Wilson Gomes, especialista em comunicação e política, o guia eleitoral é fundamental para alavancar a campanha de um candidato.
“O horário eleitoral é fundamental para a campanha. Antes dele, o discurso é controlado pelo jornalismo e o horário eleitoral é o espaço para a divulgação sem esse controle. Ele está sob o controle da política”, afirma o professor.
Para Gomes, na propaganda eleitoral, prevista para começar em 15 de agosto, “o candidato apresenta ele mesmo, o que ele pensa, a forma como ele constrói a própria imagem e, em certa medida, responde ao jornalismo”. Neste sentido confirmada a aliança entre PMDB, PT, PSC e PR, a candidatura do ex-prefeito Veneziano Vital do Rego (PMDB) parte para a disputa eleitoral deste ano de 2014 com o maior tempo de palanque eletrônico, o do rádio e TV: 7’37”28. E tem espaço para chegar a mais.
Por ora, é bem mais do que vem conseguindo o seu adversário mais direto no primeiro turno, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) – com quem Vené disputará vaga no segundo, uma vez que se supõe Ricardo passando de turno.
Cássio até agora fechou com o PPS, e, está em conversa adiantada com o PTB do ex-senador Wilson Santiago. Fechada a coligação dos três partidos, Cássio terá 2’30” para divulgar seu projeto político no rádio e na TV. Cinco minutos a menos do que o peemedebista.
Além do tempo resultante das coligações, 1/3 dos 20 minutos disponíveis para o horário eleitoral é dividido igualitariamente pelo número de candidatos. No cenário projetado pela reportagem, cada candidatura terá 1 minuto e 20 segundos assegurados pela lei. Contudo o especialista, considera o tempo mais elástico importante por causa do desconhecimento dos eleitores sobre ele. “Quem tem nas pesquisas a maior taxa de desconhecimento e também o menor índice de rejeição tende a crescer“, aponta Wilson.
Deputados têm tempos garantidos
Enquanto as chapas majoritárias tentam agrupar o máximo de tempo possível, nas eleições proporcionais para deputados o tempo de cada partido mantém-se com os respectivos donos.

PBAgora

Silvano Silva ✔

Obrigado pela visita!

Nenhum comentário:

Comente esta notícia!