ULTIMAS NOTÍCIAS
Mariense se destaca no futebol e é contratado pelo ASA de Alagoas
sexta-feira, 27 de junho de 2014 Posted by Silvano Silva ✔



Anunciado como reforço do ASA para a sequência da Série C na quarta-feira (25), o meia Léo Paraíba desembarcou em Arapiraca sabendo muito bem o quer vestindo a camisa do alvinegro. Depois de conquistar o acesso para a Série A do Campeonato Paulista, defendendo as cores do São Bento, o jogador de 24 anos afirmou que pretende consagrar a carreira com mais um acesso.
- Eu estava em São Paulo há quatro anos, cheguei a brigar pelo acesso com o Migi Mirim, na Copa Paulista, competição que valia uma vaga para a Copa do Brasil, e fiquei muito feliz agora por conquistar o acesso pelo São Bento. Isso é bom para a minha carreira e vamos trabalhar forte agora para conseguir mais um acesso, desta vez aqui pelo ASA.
Léo, que disputou a Terceira Divisão nacional em 2013 pelo Cuiabá, reconheceu a dificuldade e o equilíbrio da competição nacional, mas destacou a força da equipe alagoana.
- Num campeonato difícil como é a Série C, o ASA é uma equipe que chega para brigar. Eu já vinha acompanhando faz tempo e sei que tem condições sim de retornar para a Série B. Infelizmente caiu no ano passado, mas eu creio que, pelo time que tem, vai brigar para subir sim – disse.
E para conquistar o retorno à Segunda Divisão, Léo Paraíba revelou como o ASA deve se comportar na competição e aproveitou para falar que essa inter temporada foi favorável à equipe.
- Primeiramente, a gente tem que cumprir com os jogos em casa e não pode vacilar aqui diante da nossa torcida. Acredito que essa parada aí serviu para que o treinador e os jogadores possam dar uma refletida, e agora é procurar trabalhar forte para, quando a competição recomeçar, a gente possa ficar entre os quatro.
Apesar de ser a primeira vez que trabalha com o técnico Beto Almeida, o atleta fez questão de elogiá-lo e aproveitou para revelar suas características dentro de campo para a torcida do Fantasma.
- É a primeira vez que trabalho com ele [Beto Almeida], mas tenho boas informações de amigos que já trabalharam. E pelo que pude ver aqui trata-se de um grande treinador. Então espero utilizar bem as minhas características para ajudá-lo aqui no ASA. Sou um jogador que gosta sempre de ficar por trás da bola, de pifar o companheiro, e também gosto de bater de fora da área.
Finalizando, o atleta, que iniciou a carreira no Botafogo-PB, falou sobre seu condicionamento físico e afirmou ainda não estar 100%.
- Assim que terminou o Paulista, eu fui pra casa, fiquei uns 20 dias trabalhando numa academia e correndo. Infelizmente, peguei uma gripe, passei uns 10 dias em casa e ainda não estou 100% – concluiu.

Com Globo Esporte/Alagoas

Silvano Silva ✔

Obrigado pela visita!

Nenhum comentário:

Comente esta notícia!