ULTIMAS NOTÍCIAS
Médico se despede do Treze e faz desabafo bombástico
sexta-feira, 10 de outubro de 2014 Posted by Silvano Silva ✔

Médico se despede do Treze e faz desabafo bombástico “O problema é o seguinte: o Treze é um time pequeno. Acham grande, mas eu não acho um time grande”.


Talvez tenha sido essa a declaração mais forte em meio ao desabafo do médico Nélbi Fernandes, que anunciou sua saída do Treze em longa entrevista à Rádio Clube AM nesta terça-feira (08).


O ortopedista, que além de chefiar o Departamento Médico do Galo há vários anos, é um dos colaboradores financeiros do clube, fez revelações bombásticas durante quase uma hora de participação em um programa da emissora.


Chegou um momento que eu não dava mais nem boa noite ao técnico Givanildo Oliveira. O problema era que eu determinava que o jogador ficasse em tratamento e quando chegava no PV eles estavam treinando. Alan Bahia passou um tempo fazendo tratamento de uma lesão, eu recomendei que ele continuasse vetado, mas o treinador o escalou para jogar contra o CRB. Ele acabou sofrendo outra lesão e ficou chorando dentro de campo - relatou Nélbi, depois de afirmar que já fez de tudo pelo Treze, inclusive chegou a “viajar infartado” para ajudar o clube.


O técnico Vica, vice-campeão com o Alvinegro em 2013, também foi bastante criticado pelo médico e abnegado trezeano.


Nélbi contou que antes da decisão do Paraibano do ano passado contra o Botafogo-PB, por exemplo, o treinador solicitou à diretoria que os 15 jogadores contratados para a Série C estivessem em Campina Grande.


Isso porque o calendário estava apertado e o Treze já estrearia cinco dias depois na Terceirona.


Ele (Vica) pediu que Zé Wilton (ex-diretor de Futebol) trouxesse os 15 jogadores contratados para ficarem junto com os que iam decidir o campeonato. Como é que ia ficar a cabeça desses jogadores que iam decidir o campeonato? E Zé chegava e dizia: Joba (ex-gerente de Futebol), diga que não tem passagem, diga que não tem hotel. Zé Wilton ficava feito um louco, correndo, mentindo. Como é que o Treze tinha 28 jogadores e iam chegar 15? - desabafou.


Depois de toda a “lavagem de roupa suja”, o agora ex-chefe do DM galista explicou que não trouxe essas polêmicas a público antes por medo de o Treze entrar numa crise ainda maior e ele acabar sendo considerado o responsável pela situação.


Eu fico muito triste. Eu queria sair do Treze ano passado, com o time na Série B, porque eu ia sair por cima. Meus amigos próximos sabem disso, o que a gente gastou, trabalhou para o Treze subir. Mas infelizmente estou deixando o Treze numa época terrível. Porém não tenho mais saúde e nem condições de estar deixando meu nome exposto num ambiente que eu não consegui resolver o problema - comentou.


Em novembro, o Treze deve passar por processo eleitoral para escolha da novas formações do Conselho Deliberativo e da Diretoria Executiva.


O nome do atual vice-presidente, o empresário Hênio Azevedo Galdino, deve ser o escolhido para gerir o Galo no biênio 2015/2016.


Confira o audio clicando aqui

Com o ParaibaOnline

Silvano Silva ✔

Obrigado pela visita!

Nenhum comentário:

Comente esta notícia!